Com oficina de xilogravura, educadores de Ribeirão Pires fazem imersão na vida de Ariano Suassuna

0

Com oficina de xilogravura, educadores de Ribeirão Pires fazem imersão na vida de Ariano SuassunaMais três encontros estão previstos; atividade têm objetivo de desvendar obra do escritor paraibano

Em mais um encontro para imergir na vida e obra de Ariano Suassuna, grande homenageado na terceira edição da FLIRP (Feira Literário de Ribeirão Pires), que ocorre este ano, professores da rede municipal da Estância colocaram a mão na massa e fizeram suas próprias matrizes de xilogravura e imprimiram diversas imagens relacionadas ao mundo do escritor e também à região nordeste do País.

Munidos de pequenos formões, placas de madeira, e da imaginação, os educadores colocaram toda sua veia artística para fora e realizaram trabalhos muito bem elaborados, com todos os elementos típicos daquela região. Cactos, carcarás, bandeirolas, bois-bumbá e diversas outras gravuras do imaginário nordestino.

A atividade faz parte de planejamento da orientação educacional de Ribeirão Pires que vem preparando seus profissionais e seus estudantes para participação da terceira edição da FLIRP, que vai homenagear Suassuna. Mais três encontros estão previstos com os professores da rede para desbravar a rica obra do escritor, filósofo e intelectual paraibano.

“A atividade foi positiva, pois as professoras puderam discutir ideias de como levar para a sala de aula e reproduzir a atividade com os estudantes. Apresentamos outras possibilidades que é isogravura e colagravura, que envolve isopor e diversas outros elementos. A intenção dos encontros é popularizar elementos que tenham relação com a obra de Ariano. Trazer a cultura nordestina para a sala de aula é uma maneira de combater o preconceito existente com aquela população”, declarou e orientadora educacional, Tatiane Ribeiro.

Além de realizar formação com os professores e coordenadores, a Educação de Ribeirão Pires também elabora atividades relacionadas à cultura nordestina aos alunos da rede municipal. Os encontros, realizados em sala de aula, deram origem à exposição “Coração Nordestino”, em que reuniu trabalhos de cordel, xilogravura e música confeccionadas pelos estudantes. A mostra foi um dos destaques da 2ª edição da Entoada Nordestina, realizada pela Prefeitura da Estância.

Com fornões e placas de madeira, professoras fizeram matrizes para a impressão de xilogravura

source
Com informações da Prefeitura de Ribeirão Pires

Anúncios

Deixe uma resposta