O jogador cristão Harrison Butker se tornou alvo de um abaixo-assinado pedindo sua demissão após fazer um discurso contra o progressismo, com ênfase na defesa da vida de bebês ainda em gestação. A resposta do público em geral foi positiva: suas camisas se tornaram as mais vendidas na última semana.

Butker é kicker do Kansas City Chiefs, o atual campeão da NFL, e a procura por camisas do time com seu nome aumentaram exponencialmente após o discurso em que denunciou as mentiras contadas pelas diversas facetas da ideologia progressista, que nos EUA é conhecida como “woke”.

Depois que defendeu que a maternidade é uma das experiências que tornam a vida da mulher mais completa e feliz, denunciando falsos cristãos que dizem seguir a Cristo mas defendem aborto, ideologia de gênero e outros movimentos, Harrison Butker virou alvo de uma campanha que visava sua demissão e que juntou, até agora, mais de 200 mil assinaturas.

Agora, a loja oficial da NFL informou que a camisa 7 de Butker se tornou a mais vendida entre as mercadorias de seu time, superando a do principal jogador do time, o quarterback Patrick Mahomes.

“Acho que foram vocês, as mulheres, que ouviram as mentiras mais diabólicas contadas. Algumas de vocês podem seguir carreiras de sucesso no mundo, mas atrevo-me a adivinhar que a maioria de vocês está mais entusiasmada com o seu casamento e com os filhos que trarão a este mundo”, declarou o jogador no discurso de formatura de uma universidade católica.

A esposa do dono do Kansas City Chiefs, Tavia Hunt, usou o Instagram para elogiar o discurso do jogador: “Afirmar a maternidade e elogiar a esposa, bem como destacar o sacrifício e a dedicação necessários para ser mãe, não é intolerância”, escreveu ela, de acordo com informações do portal The Christian Post.


source
Com informações do Portal Gospel Mais

Anúncios

Deixe uma resposta