O dia 22 de maio é comemorado em vários países como o “Dia do Abraço”. Pensando nisso, o Hospital Municipal de Cubatão (HMC) realizou atividade com os colaboradores com um abraço coletivo simbólico ao redor da unidade. A ação ocorreu na tarde desta quarta-feira (22) e foi marcada por descontração e espírito de amizade de pelo menos 60 funcionários de diversos setores do HMC. “Foi rápido, aqui no estacionamento de frente para o hospital, para que não atrapalhe o andamento do serviço. Muitos não puderam vir, principalmente os da urgência e emergência”, explicou Marcelo Valle, assessor operacional e presidente da comissão de Humanização do Hospital Municipal de Cubatão, que é administrado pela Sociedade Brasileira Caminho de Damasco por meio de contrato com a Secretaria Municipal de Saúde .

“Mas o que vale aqui é o simbolismo desta atividade que integra o projeto de humanização do hospital, visando à valorização tanto dos colaboradores quanto dos pacientes. Atos desse tipo ajudam no processo de sensibilização das pessoas, pois o abraço tem uma simbologia muito relevante na questão do afeto e da socialização, que em uma unidade hospitalar vai muito além da assistência ou da mera prestação de serviço”, reforçou Marcelo.

Histórico do surgimento da data – O ‘Dia do Abraço’ surgiu a partir da iniciativa do australiano Juan Mann que criou a campanha ‘Free Hugs Campaign’, em 2004, com o simples objetivo de distribuir ‘’abraços gratuitos” pelas ruas para pessoas desconhecidas. O objetivo da ação era simplesmente conectar as pessoas que moravam na cidade Sydney. A partir desse dia, o movimento chamou a atenção do mundo todo e o ‘Dia do Abraço’ passou a integrar o calendário de comemorações de inúmeros países, inclusive do Brasil.

Portanto, nessa data, é comum ver movimentos como este de hoje no Hospital Municipal de Cubatão acontecendo para incentivar o abraço entre as pessoas. Afinal, como foi dito, o abraço é um ato de afeto e demonstração de carinho com o outro, que pode ser feito respeitosamente até mesmo entre indivíduos que nunca se viram antes, mas se realizado entre os companheiros de trabalho também é legal. Nos dois casos, o abraço deve ser gratuito e espontâneo, pois essa é foi a ideia da campanha criador da iniciativa há exatamente 20 anos.

Texto: Secom Cubatão
Fotos: Ismael Pereira/Chefe de Imprensa

 

source
Com informações da Prefeitura de Cubatão

Anúncios

Deixe uma resposta