A Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais (SEE/MG) inaugurou a nova sede da Superintendência Regional de Ensino (SRE) de Almenara, no Vale do Jequitinhonha. 

Desde a implantação, há 41 anos, a SRE funcionava em um prédio alugado. Com a construção da sede própria, serão economizados cerca de R$12 mil mensais. 

Para reforma e ampliação do imóvel da nova sede da SRE de Almenara, o Governo de Minas, por meio da SEE/MG, investiu, por meio do programa Mãos à Obra na Escola, o valor de R$ 1,4 milhão. As obras tiveram início em 2021 e foram concluídas no ano passado. 

Presente à inauguração, o secretário de Estado de Educação, Igor de Alvarenga, agradeceu a confiança na gestão atual para a entrega da sede. “Vir aqui inaugurar a SRE é retomar a dignidade e valorização do servidor público. Mas, essa é a nossa obrigação enquanto governo, por termos sido eleitos,  temos que entregar”, disse. 

 

SEE / Divulgação

“Com o mesmo afinco que colocamos em dia o salário de todos os servidores, que pagamos boa parte das férias-prêmios, do Adveb atrasado,  da certificação dos diretores de escola, de publicações constantes de promoções e progressões, do concurso com nomeação de servidores e um novo concurso que será homologado, estamos trabalhando pela retomada da dignidade e da valorização dos servidores da educação do estado de Minas Gerais que tanto merecem”, completou o secretário. 

Responsável pela SRE de Almenara, o superintendente Pacífico Souto destaca que 125  servidores e colaboradores serão diretamente beneficiados pela obra, que oferece mais conforto, acessibilidade, melhores condições de atendimento ao público e abertura do Núcleo de Tecnologia Educacional (NTE) para atendimento à comunidade escolar, composta por 23 mil estudantes.

“Já realizamos, nos últimos 5 anos, 53 obras de reforma, já concluídas em nossa região. Temos 26 obras em andamento e oito obras para iniciar que estão em processo de licitação. Um investimento de mais de R$32 milhões, gerando emprego e renda para as nossas comunidades”, destacou o  superintendente, responsável por coordenar 61 escolas estaduais na região. 

“Temos ainda, somente em 2024, o investimento de mais de R$ 4 milhões dos recursos de Manutenção e Custeio de nossas escolas em dinheiro na conta da Caixa Escolar”, completou.

source
Com informações da Agência Minas

Anúncios

Deixe uma resposta