Publicado em: 22/05/2024 – Última modificação: 22/05/2024 – 13:58
[email protected]

Itanhaém utiliza Beach Tennis como ferramenta de terapia e inclusão para crianças e adolescentes

Saúde e Inclusão – Iniciativa visa beneficiar alunos da Rede Municipal de Ensino atendidos pelo programa Paradesporto e pelo Núcleo de Apoio Psicopedagógico (NAPI)


Em um importante passo para a inclusão e o desenvolvimento da saúde de crianças e adolescentes, o Departamento de Esportes de Itanhaém firmou parceria com uma empresa local para oferecer aulas de Beach Tennis como terapia. A iniciativa, que visa beneficiar alunos da Rede Municipal de Ensino atendidos pelo programa Paradesporto e pelo Núcleo de Apoio Psicopedagógico (NAPI), desenvolvidos pela Secretaria de Educação, Cultura e Esportes, será iniciada nos próximos dias.

Siga a Prefeitura de Itanhaém no Instagram, no Facebook, no Twitter, no Youtube e no Flickr

O Beach Tennis, esporte que combina elementos do tênis e do vôlei de praia, será utilizado como ferramenta terapêutica para promover a melhora da autoestima, o desenvolvimento da coordenação motora e a socialização dos alunos.

As aulas serão ministradas por profissionais qualificados e experientes no trabalho com crianças e adolescentes, garantindo um ambiente acolhedor e seguro.

O programa Paradesporto, que atende crianças com deficiência oriundas das escolas municipais por meio de encaminhamentos realizados pelos professores de educação física, contará com a modalidade de beach tennis uma vez na semana.

“O nosso programa paradesporto tem como foco mostrar que as crianças e jovens com deficiência são capazes de praticar esportes com eficiência, cada um no seu ritmo. E pelo beach tennis ser uma modalidade nova, ser praticada na areia, em dupla, será um grande desafio desenvolver as capacidades físicas e emocionais por meio de uma atividade lúdica, porém em um ambiente de competição saudável”, explicou a coordenadora do programa Paradesporto, Camilla Zanotto.

As crianças atendidas pelo Núcleo de Apoio Psicopedagógico de Itanhaém (NAPI) contarão com 4 aulas da modalidade por semana, de 50 minutos cada. O projeto oferece suporte emocional e educacional às crianças e jovens de Itanhaém, matriculados na rede municipal de ensino, que enfrentam dificuldades no aprendizado ou problemas emocionais.

“Com essa parceria, a Educação visa oferecer um desenvolvimento global aos alunos. As condições de pleno desenvolvimento se dá tanto nas questões de aprendizagem proporcionadas pelo NAPI, quanto no desenvolvimento neuropsicomotor, no que se refere as aptidões motoras e físicas, tomadas de decisões rápidas, agilidade nos movimentos proporcionadas pelo esporte”, enfatizou a diretora do NAPI, Daila Fernandes.




source
Com informações da Prefeitura de Itanhaém

Anúncios

Deixe uma resposta