Unidade passou por processo de ampliação e modernização

O Laboratório Municipal Ana Nery, no Gradim, realiza as análises da maioria das unidades de saúde de São Gonçalo. O local é responsável por uma média de 180 mil análises mensais da população gonçalense, atendendo 500 pacientes por dia. O número é o dobro do que era realizado há um ano, quando a unidade já havia ampliado os atendimentos. O aumento faz parte do processo de modernização por qual passou o espaço.

      A maior parte dos postos de saúde, clínicas e polos sanitários conta com as coletas de sangue, urina, fezes e preventivos realizados pelo laboratório municipal. No início da gestão do prefeito Capitão Nelson, eram apenas 20 locais atendidos. Hoje, são mais de 90 unidades de saúde. Os resultados são enviados online para as unidades, facilitando a entrega. 

     “Estamos em uma mudança constante e sempre em crescimento. E, apesar do aumento, os serviços continuam sendo prestados com qualidade e em menor tempo. Hoje, liberamos os resultados em dia todos os dias com laudos online”, explicou o coordenador geral do laboratório municipal, Dilcimar de Assis Martins. 

    As coletas nas unidades de saúde costumam acontecer uma vez por semana e as marcações são realizadas conforme a administração de cada local. Para a realização dos exames, os pacientes devem ter pedido médico. A cidade também conta com laboratórios particulares conveniados com o Sistema Único de Saúde (SUS) para atender algumas unidades e o tempo de entrega dos resultados pode ser diferenciado. 

     “Seguindo as prioridades do prefeito Capitão Nelson para a população de São Gonçalo na saúde, o laboratório municipal aumentou o seu atendimento e foi modernizado. Fisicamente, o espaço foi ampliado e teve a sua fachada revitalizada. Hoje, nós temos uma autonomia muito grande em relação aos exames. Estamos no auxílio ao diagnóstico com solidez e qualidade”, explicou o secretário de Saúde e Defesa Civil de São Gonçalo, Dr. Gleison Rocha. 

Papel Filtro – Entre os exames, está o de papel filtro – realizado nas gestantes da cidade. O exame rastreia 10 doenças que, se precocemente detectadas, podem ser tratadas, ainda durante a gestação, evitando a transmissão para o feto. Outro destaque do exame é que ele é realizado apenas com um furo no dedo. Cerca de 10 mil exames são realizados mensalmente. Ele está disponível em todos os postos de saúde da cidade que realizam o pré-natal.

     O exame de papel filtro detecta doenças como alterações dos hormônios presentes na tireoide (TSH), sífilis, HIV, hepatites B e C, toxoplasmose, rubéola e herpes (citomegalovírus). Estes três últimos avaliam se a gestante já teve a doença e se ainda tem o vírus no corpo. 

source
Com informações da Prefeitura de São Gonçalo

Anúncios

Deixe uma resposta