Atividade ocorreu na terça e na quarta-feira (21 e 22/05) e contou com a presença de comerciantes do ramo alimentício de Suzano

O curso “Boas Práticas para o Comércio de Alimentos”, promovido pela Secretaria de Saúde de Suzano, por meio da Vigilância Sanitária municipal, recebeu 104 trabalhadores de estabelecimentos que atuam com o segmento na cidade. As atividades ocorreram nas últimas terça e quarta-feira (21 e 22/05) no Anfiteatro Orlando Digenova, no interior do Centro de Educação e Cultura Francisco Carlos Moriconi, e propiciou uma reciclagem em relação aos procedimentos a serem adotados no ramo alimentício.

Ministrada pela agente fiscal da Vigilância Sanitária de Suzano, Rita de Cássia Gomes, a capacitação contou com 46 participantes no primeiro dia e 58 no segundo. Na terça-feira, o curso foi destinado a trabalhadores de açougues, supermercados, minimercados e peixarias e, na quarta-feira, foi viabilizado exclusivamente aos profissionais que atuam em bares, lanchonetes, restaurantes, padarias e mercearias.

Durante a capacitação, os comerciantes puderam se atualizar sobre mudanças na legislação e os cuidados a serem adotados com alimentos e equipamentos. Além disso, o órgão recomendou que os trabalhadores evitem burlar leis e procedimentos sanitários para não serem “pegos de surpresa” por uma fiscalização inesperada.

O diretor da Vigilância Sanitária de Suzano, Mauro Vaz, explicou que o órgão realiza o curso periodicamente e que isso mantém a qualidade do serviço prestado no comércio de alimentos da cidade. “Os trabalhadores do setor sabem da responsabilidade que têm com a saúde das pessoas. Um alimento inapropriado pode até tirar uma vida, por isso eles precisam estar atualizados sobre os cuidados que devem ser adotados com o que vendem. A Vigilância Sanitária não tem o objetivo de autuar o comerciante, mas sim de evitar chegar a esse ponto”, afirmou.

Vaz também enalteceu os comerciantes que participaram ativamente da capacitação ao trazer situações que serviram de exemplo. “Eles foram muito engajados e tornaram o curso ainda mais produtivo e leve. Isso facilitou o aprendizado e fortaleceu a relação entre os participantes”, finalizou o diretor.


Crédito das fotos: Mauricio Sordilli/Secop Suzano

Anúncios

1 COMENTÁRIO

Deixe uma resposta