Um pastor que fraudou três igrejas, levando-as à perda de propriedades, foi condenado a 35 anos de prisão. O esquema envolvia fraude em escrituras de imóveis.

O pastor Whitney Foster, líder da True Foundation Non-Denominational Church, no Texas, foi considerado culpado por roubo criminoso de três igrejas distintas do estado: Primeira Igreja Cristã de Lancaster, Igreja Cristã Canada Drive e Igreja em Nínive, na capital Dallas.

As autoridades constataram que Foster roubou US$ 300 mil (R$ 1,5 milhão na cotação atual). O pastor rejeitou um acordo em que pegaria uma pena menor, e durante quatro dias de depoimento, negou as fraudes.

“Roubar imóveis é tanto roubo quanto roubar a bolsa ou o carro de alguém”, disse o promotor Phillip Clark à emissora WFAA, afiliada da rede ABC, após o julgamento.

O promotor afirmou ainda que a condenação do pastor não é um ponto final nos problemas das igrejas, já que as consequências da fraude ainda cobram ações dos membros das congregações: “Canada Drive Christian Church foi completamente expulsa do prédio da igreja. No caso do Lancaster, eles ainda estão tentando resolver todos os problemas que ele criou. Nínive e Canadá ainda estão em nome dele ou de sua igreja”, explicou o promotor.

Além das três igrejas, o júri ouviu evidências de que outras sete propriedades – a maioria edifícios de igrejas ou lotes de propriedade de igrejas – tinham “marcas” semelhantes de fraude em suas escrituras.

Para conseguir condenar o pastor, os promotores apresentaram aos jurados um relatório de maio de 2021 mostrando o roubo fraudulento da Primeira Igreja Cristã de Lancaster. O caso havia sido tema de uma reportagem na mídia local, mostrando registros que mostravam alguém afirmando ser o presidente da igreja e depois transferindo a igreja para Foster por apenas US$ 10.

Em entrevista à WFAA, Foster disse que achava que o prédio estava vazio: “Você pode adquirir uma propriedade por US$ 10 com organizações sem fins lucrativos. A igreja é propriedade da comunidade. […] Nossa igreja estava entendendo. Eu estava planejando abrir uma igreja lá”, defendeu-se.

“Não consigo imaginar a audácia deste cavalheiro em vir adorar conosco como fez numa manhã de domingo antes de roubar a propriedade”, disse Melissa Bitting, pastora da igreja fraudada, que tem mais de 170 anos de história, uma das igrejas mais antigas do Texas, segundo informações do portal The Christian Post.


source
Com informações do Portal Gospel Mais

Anúncios

Deixe uma resposta