Por Henrique Pires

Na tarde desta sexta-feira (24), uma missão conjunta da Polícia Militar e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi crucial no transplante de fígado e de coração de uma bebê, de apenas cinco meses. Ela veio de Alagoas para a cirurgia na capital paulista.

A missão teve início às 6h, com a saída da paciente em uma aeronave dos Bombeiros de alagoas até a chegada, por volta das 17h45, ao Campo de Marte em São Paulo. A partir desse momento, o translado até o hospital Sírio Libanês, na região central, teve o empenho do pelotão Alfa, da 1ª Cia, do 9º Batalhão da Polícia Militar Metropolitano (BPM/M) em conjunto com três profissionais da saúde (um médico, um enfermeiro e um auxiliar de enfermagem) do SAMU.  

Entre os PMs envolvidos estava o cabo Linard que em 22 anos de anos de corporação nunca tinha participado de uma missão deste tipo: “Só quem é pai pode sentir na pele a dor que é ver um filho como essa bebê que estava com dificuldade até de respirar. Em um mundo como estamos com tanta maldade poder participar de uma ocorrência assim é indescritível”. Estiveram junto dele o Sd Gomes, Sd Moscardini e Sd Torres.

A cirurgia ocorreu na madrugada deste sábado e considerado de sucesso. A mãe emocionada fez uma postagem em uma rede social: “A Ana Maria está salva!

Anúncios

Deixe uma resposta