O grupo explorou a Praça do Bonde, onde viu de perto dois exemplares dos antigos bondinhos – Divulgação

A Prefeitura do Rio, por meio da Secretaria de Ação Comunitária, proporcionou na sexta-feira (17/5) uma experiência inesquecível a líderes comunitários de diversas localidades, dando prosseguimento às homenagens pelo Dia do Líder Comunitário, celebrado neste mês. Os participantes foram levados para visitar o Parque Bondinho Pão de Açúcar, na Urca, na Zona Sul. Formado pelos morros da Urca e do Pão de Açúcar, interligados por um teleférico, a atração turística é um dos mais admirados cartões-postais do mundo, com vista da enseada de Botafogo, Baía de Guanabara, Praia de Copacabana, Cristo Redentor, entre outros.

Além de contemplar as lindas paisagens, o grupo explorou a Praça do Bonde, onde viu de perto dois exemplares dos antigos bondinhos que transportavam os vistantes, conheceu o Museu Cocoruto, espaço cultural que visa preservar a história do bondinho, e passou pelos troncos da Árvore dos Desejos.

– É um orgulho estar a frente desse importante projeto, que oferece oportunidades de lazer, conhecimento e dignidade. É uma iniciativa que dá voz e vez aos menos favorecidos – ressaltou a secretária de Ação Comunitária, Marlí Peçanha.

Amanda Ramos, presidente da Associação de Moradores da comunidade Asa Branca, em Jacarepaguá, uma das participantes do roteiro, elogiou o projeto.

– Muitas pessoas não conseguem ter acesso a alguns pontos turísticos da cidade porque precisam pagar ingresso, o que fica inviável para muitas famílias. E com o Turistando com a Comunidade a gente tem essa oportunidade e possibilidade.

Andréa de Aleluia, vice-presidente da Associação de Moradores da comunidade do Vidigal, comentou sobre a experiência.

– Sou nascida e criada no Rio de Janeiro, mas não conhecia o Pão de Açúcar. Levar pessoas para conhecer locais turísticos e históricos da cidade é criar oportunidades e boas memórias para quem não tem acesso ao lazer.

Cláudia Costa, presidente da Associação de Moradores da comunidade Sá Viana, no Complexo do Andaraí, ressaltou os benefícios do serviço.

– Estar no ponto mais lindo do Rio de Janeiro é a Prefeitura pensando em todos. Ofertar esse tipo de serviço é cidadania, dignidade e conhecimento. É levar as pessoas para onde elas sonham e não conseguem chegar.

O projeto Turistando com a Comunidade já beneficiou 5,5 mil moradores de favelas e comunidades, com 209 visitas guiadas, proporcionando acesso a bens culturais e de lazer.

source
Com informações da Prefeitura do Rio de Janeiro

Anúncios

Deixe uma resposta