Startups brasileiras vão representar o país no Angola Startup Summit, que acontece entre os dias 16 e 18 de maio, no Centro de Convenções de Talatona, em Luanda. São pequenos negócios dos estados da Bahia, do Sergipe, Pernambuco, Rio Grande do Norte. A comitiva é organizada pelo Sebrae e fruto do acordo firmado no ano passado com o Instituto Nacional de Apoio às Pequenas e Médias – INAPEM, instituição congênere da Angola, com o objetivo de cooperação, especialmente no tema da Inovação.

A ida dos pequenos negócios inovadores brasileiros ao evento integra as ações de internacionalização de startups promovida pelo Sebrae no mercado de Angola, considerado como porta de entrada para a África. Durante a seleção, 113 empresas manifestaram interesse e cinco delas foram escolhidas. Antes do Angola Startup Summit, as startups brasileiras participam de visitas técnicas nos dias 14 e 15 de maio.

É uma grande oportunidade de acesso a um novo mercado para as startups brasileiras e possibilidade de conexões de negócios. Do ponto de vista institucional, o Sebrae se alinha à Política Externa do governo federal de se reaproximar dos nossos irmãos africanos.

Décio Lima, presidente do Sebrae Nacional.

Programação

O Angola Startup Summit é dedicado a startups, empreendedores, investidores, empresários, estudantes e interessados em fomentar os setores da inovação, da tecnologia e do universo digital angolano. É realizado há três anos pelo governo da Angola, sob promoção do INAPEM, em parceria estratégica com atores do setor privado.

Entre as pautas principais do evento estão impulsionar Angola como referência regional de empreendedorismo, atrair investimento para startups locais, fortalecer o ecossistema de empreendedorismo angolano e fomentar novos modelos e verticais de negócios para diversificar a economia do país.

A previsão é que 150 startups africanas e internacionais participem do Summit, além da presença de 5 mil visitantes nos três dias da programação, que inclui rodadas de investimentos e momentos de pitchs. O acesso é gratuito.

Saiba mais: https://startupsummit.gov.ao/

O gerente nacional de Inovação do Sebrae, Paulo Renato Cabral, é um dos palestrantes internacionais convidados. No segundo dia do evento, ele apresenta painéis sobre o panorama do ecossistema brasileiro de inovação, sobre a estratégia do Sebrae para impulsionar a inovação e sobre o ecossistema de startups no Brasil. Além disso, Cabral integra a mesa redonda do INAPEM Talks sobre o ecossistema lusófono.

Cooperação Internacional

Em agosto do ano passado, o Sebrae formalizou um acordo com o INAPEM para implementar ações em prol da inclusão socioeconômica dos pequenos negócios e em apoio ao empreendedorismo. Foi durante a visita do presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao país africano para retomar as relações de cooperação e aproximação entre os dois países. Na prática, o protocolo assinado inclui o intercâmbio de conhecimentos entre o Sebrae e o INAPEM por meio de capacitações de seu corpo técnico, com objetivo de fomentar o empreendedorismo e o cooperativismo.

source
Com informações do SEBRAE

Anúncios

Deixe uma resposta