Paula Pessoa


Fundo Social de Solidariedade
Desde o início da campanha em prol das famílias gaúchas atingidas pela catástrofe no início deste mês, mais de 830 voluntários já passaram pelo Centro de Distribuição do Fundo Social de Solidariedade de São José dos Campos. 

Tão importante quanto a doação de insumos, como alimentos, ração para os pets, cobertores e materiais de higiene e limpeza, é o tempo compartilhado pelos voluntários, que ajudam especialmente na triagem. Munícipes, servidores públicos, grupos do DCTA, Tiro de Guerra, representantes de entidades sociais e religiosas, de todas as idades, já passaram pelo local. 

Emoção e ação

“A gente vê o que está acontecendo lá no sul e tenta ajudar um pouquinho aqui, na nossa cidade, atuando na triagem. Saio cedo de casa, vou fazer minha ginástica na Casa do Jovem e depois venho para cá e fico algumas horinhas”, conta Maria Célia Luz, que mora na região norte e ajuda no Fundo Social há duas semanas.

Tendo incentivo das filhas, netos e até do bisneto, Maria se vê ainda mais motivada em contribuir. “É emocionante ver a solidariedade das pessoas, que ajudam tanto os que mais precisam neste momento, cada ação vale muito”, destaca. 


Maria Célia ajuda diariamente na triagem de doações há cerca de duas semanas | Foto: PMSJC

Outra família envolvida é a de Wanda Bento Garcia e a filha Camila Barbosa de Castro. As moradoras da região sul, atravessam a cidade diariamente para serem voluntárias no Centro de Distribuição. 

A dupla participa também levando doações e convidando os amigos e familiares a participarem. “É gratificante poder vir aqui para ajudar. Saber o que se passa no Rio Grande do Sul me comove muito, então tento fazer um pouco que seja aqui, no meu dia a dia”, conta Wanda.

“Sempre participo de ações voluntárias, com meus amigos do grupo Suçuarana. Nos colocamos à disposição para ajudar com o que precisar. Se cada um puder doar uma ou duas horinhas por dia já faz muita diferença. E é gratificante”, afirmou Camila.


Camila e Wanda, que são mãe e filha, contribuem no Fundo como voluntárias e incentivam amigos | Foto: PMSJC

Quem quiser colaborar sendo voluntário do Fundo Social pode se dirigir à sede do Fundo, em Santana, fazer um cadastro no local e seguir as orientações da equipe do Fundo Social. 

É importante lembrar que toda ação é voluntária e as pessoas são orientadas a irem de roupa confortável e usarem luvas e máscaras, se preferirem.

Campanha continua

O Fundo Social orienta para que seja suspensa neste momento a doação de roupas, devido a grande quantidade já arrecadada. 

A prioridade é para o recebimento de doações de materiais de higiene pessoal, alimentos não perecíveis, itens de limpeza e rações para animais.

Pontos de entrega

Os pontos de entrega de doações ficam no Centro de Distribuição, em Santana, na Avenida Olivo Gomes, com drive-thru na portaria do Parque da Cidade, no Parque Vicentina Aranha, Clube de Campo Santa Rita AESJ, nos shoppings Colinas e Jardim Oriente, na sede da Assecre (Associação das Empresas do Vale do Paraíba), além do Paço Municipal, secretarias externas, UBSs (Unidades Básicas de Saúde) e unidades da prefeitura. 

Novos pontos de arrecadação são disponibilizados frequentemente.

Todos os endereços estão atualizados no site do Fundo Social, clique aqui.

Itens prioritários:

  • Produtos de higiene pessoal
  • Produtos de limpeza
  • Ração para os pets
  • Alimentos não perecíveis

Mais informações

  • Acompanhe o Fundo Social pelo Instagram
  • Telefone do Fundo Social: (12) 3911-8060
  • O Fundo Social funciona de segunda a sexta, das 8h às 17h, e neste sábado das 8h às 16h na Avenida Olivo Gomes, 100 (galpão ao lado da Fundação Cultural Cassiano Ricardo)
  • Drive-thru na portaria do Parque da Cidade (Av. Olivo Gomes, Santana) das 9h às 16h de segunda a sábado.

Ação voluntária acontece desde o início da campanha no Centro de Distribuição do Fundo | Foto: Cláudio Vieira/PMSJC

MAIS NOTÍCIAS

Fundo Social de Solidariedade

source
Com informações da Prefeitura de São José dos Campos

Anúncios

Deixe uma resposta