Área de descarte irregular de resíduos está sendo limpa

As ações para preservar o meio ambiente não param em São Gonçalo, principalmente em junho, mês do Meio Ambiente. Nesta segunda-feira (10), representantes da Prefeitura realizaram uma atividade em Guaxindiba, com o objetivo de conscientizar funcionários de empresas locais sobre os riscos causados pelo descarte irregular de resíduos.

Estiveram presentes representantes das Secretarias de Meio Ambiente, Conservação, Defesa Civil e Instituto Estadual do Ambiente (Inea). No local, as autoridades realizaram uma palestra sobre a importância de não descartar resíduos, além de detalhar ações da Prefeitura que buscam preservar o meio ambiente, como os Ecopontos e as limpezas de rios feitas constantemente pelo Inea, em parceria com a Secretaria de Meio Ambiente.

A empresa Vatins Armazéns Gerais e Logística, que participou da ação, cedeu equipamentos para a limpeza de uma área na região que é utilizada indevidamente para descarte de lixo e resíduos. O local passará a ser monitorado para impedir que novas ações de descarte ilegal aconteçam. A empresa ainda fará a doação de 10 placas informativas a fim de conscientizar a população a não jogar lixo em locais indevidos.

“O objetivo desse evento é conscientizar as pessoas a evitar o descarte irregular de resíduos, que configura crime ambiental, conforme Lei Federal n° 9.605/98, bem como a aplicação de sanção administrativa prevista na Lei Municipal nº 016/2001, com penalidade prevista no art. 86 do Decreto Municipal nº 111/2001. Se conseguirmos inserir as pessoas do entorno para que elas evitem e denunciem esse crime ambiental, que muitas vezes é cometido por pessoas de fora da comunidade, poderemos integrar o poder público e a comunidade, que é a principal prejudicada com a prática deste crime”, disse Carlos Afonso Pereira Rosa, secretário de Meio Ambiente.

O secretário de Conservação, Edson Leal, também destacou a importância de levar orientação para a população. “Queremos que todos entendam que o nosso trabalho como órgão público ocorre todos os dias e de forma integrada. Estamos aqui hoje limpando o local, colocando placas informativas, orientando a população e dando um recado para aqueles que criam a desordem urbana de que eles serão punidos, se necessário. Nosso meio ambiente precisa estar limpo e cuidado, é questão de saúde”, afirmou.

A Defesa Civil também marcou presença com orientações sobre as queimadas. “O descarte de um resíduo de forma inadequada libera gases inflamáveis. E também causa doenças de saúde e a proliferação de animais como ratos, por exemplo. A Defesa Civil caminha junto com outras secretarias para explicar que o descarte irregular de resíduos também está ligado ao risco de desabamento, deslizamento de terra. Então, educar a sociedade evita que situações desse tipo ocorram”, disse o major Felipe Assunção, subsecretário de Defesa Civil.

“Fazemos ações conjuntas sempre que preciso com a Prefeitura, inclusive, fiscalizações. A parte de resíduos é de atribuição municipal, mas o Inea também faz esse tipo de fiscalização, sempre atentos não só ao município de São Gonçalo, mas a todos os municípios, principalmente nas questões de resíduos que vem de outros lugares para cá. Essa nossa parceria não vem só de agora e garanto que sempre que necessário nossa equipe estará presente”, afirmou Anna Carolina de Alcântara Ribeiro, superintendente do Inea.

source
Com informações da Prefeitura de São Gonçalo

Anúncios

Deixe uma resposta