Um curto vídeo gravado em uma manifestação de ativistas progressistas, em defesa da prática do aborto, foi descrito pelo pastor Renato Vargens como “diabólico”, dada a forma como as pessoas demonstraram desprezo à vida humana.

Na gravação, uma jovem diz que coleciona dezenas de gestações interrompidas através do aborto: “Eu amo matar bebês. Amo! Eu já fiz 45 abortos e vou fazer outros mais”, diz ela.

Em seguida, um homem no protesto diz “nós somos deus, nós somos deus”, com a expressão facial de quem está motivado por ódio a toda percepção contrária ao protesto do qual participa.

No Instagram, Renato Vargens – pastor da Igreja Cristã da Aliança, em Niterói (RJ) – demonstrou ter ficado chocado com tudo que o vídeo mostra sobre a realidade dos ativistas pró-aborto e o classificou como diabólico:

“Esse vídeo mostra claramente a rebeldia humana contra Deus. Digo mais: este é um dos vídeos mais diabólicos que eu já tive a tristeza de ver. A impressão que tenho é que a moça estava sob forte influência demoníaca ou mesmo possessa. O dia da volta de Cristo se aproxima e com ele Deus julgará os homens por suas palavras e pecados”, lamentou.

O pastor citou ainda a passagem de Mateus 12.36,37 na legenda de sua publicação: “Mas eu digo que, no dia do juízo, os homens haverão de dar conta de toda palavra inútil que tiverem falado. Pois por suas palavras vocês serão absolvidos, e por suas palavras serão condenados”.

Confira:


source
Com informações do Portal Gospel Mais

Anúncios

Deixe uma resposta