Apresentacao sobre seguranca alimentar foi ministrada pela aluna do curso de Nutricao e Dietetica da ETEC
Apresentação sobre segurança alimentar foi ministrada pela aluna do curso de Nutrição e Dietética da ETEC

A Prefeitura de Piracicaba, por meio do Fundo Social de Solidariedade (Fussp), promoveu ontem, 02/07, a oficina ReCriando Sabores no Centro Pop, unidade especializada em atendimento a pessoas em situação de rua. O espaço está localizado na rua Voluntários de Piracicaba, Centro.

O projeto ReCriando Sabores tem por objetivo estimular a alimentação saudável e levar orientações sobre a importância do consumo de alimentos naturais, além de reforçar os benefícios de evitar ultraprocessados. “É gratificante realizar o ReCriando Sabores aqui, com a missão de trazer afeto através da comida. Hoje, também trouxemos informação, o que contribui para a autoestima e autonomia deles”, destacou Andréa Almeida, presidente do Fussp.

Fussp realiza oficina ReCriando Sabores no Centro Pop
Fussp realiza oficina ReCriando Sabores no Centro Pop

A ação contou com uma roda de conversa promovida por estudantes do curso de Nutrição e Dietética da ETEC Coronel Fernando Febeliano da Costa. Para Tatiane Stella, presidente do Conselho Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional (Comsea) de Piracicaba, a proposta é levar debates relacionados ao direito à alimentação saudável. “A ideia foi fazer uma conversa repleta de troca de experiências. As pessoas atendidas contaram um pouco de como é a relação deles com a comida, e as alunas trouxeram o estudo delas para a roda conversa”, explicou.

Ainda segundo a presidente do Comsea, o intuito é inserir os estudantes no processo de elaboração de políticas públicas. “É hora de os alunos começarem a pensar em ações que combatam a insegurança alimentar do público em situação de rua, afinal, há pessoas que, diariamente, não têm acesso ao mínimo. Precisamos direcionar nossos esforços a esse público”, destacou.

A apresentação sobre segurança alimentar foi ministrada por Luiza Pinheiro de Camargo, aluna do 3º ano. “Pensando que a alimentação saudável e acessível é um direito, trouxemos informações importantes que vão contribuir na vida dessas pessoas em situação de rua. É uma troca muito legal, porque eles nos receberam muito bem, contaram quais pratos trazem memórias positivas e quais são suas dificuldades quando o assunto é alimentação. Tudo isso contribuiu para o nosso trabalho de pesquisa”, comentou a estudante.

MENU – A equipe de voluntárias preparou pão caseiro de cenoura, patê de beterraba com cenoura, lanches recheados com queijo e tomate e, para a sobremesa, pavê de chocolate. “Mais do que o alimento, quisemos trazer afeto para essas pessoas. Além disso, mostramos opções de pratos vegetarianos, reforçando a importância de consumir vegetais. É gratificante proporcionar esse momento e poder conhecer melhor o trabalho do Centro Pop”, disse Adriana Melchert Bozzo, voluntária há mais de um ano na oficina ReCriando Sabores.

Voluntarias prepararam lanches pates pao caseiro e sobremesa
Voluntárias prepararam lanches, patês, pão caseiro e sobremesa

INCLUSÃO – O Centro Pop é uma unidade que, além de acolher a população em situação de rua, realiza acompanhamento e atendimento psicossocial. “Aqui, os atendidos realizam higiene pessoal e alimentação. Cerca de 300 pessoas passam por aqui durante o mês”, explicou Giovana Ramanholi da Silva, coordenadora do espaço.

A unidade também faz encaminhamento para que essa população tenha acesso a outras políticas públicas, como habitação e educação. “No Brasil, todas as cidades com mais de 100 mil habitantes possuem Centro Pop, que é essencial para a inclusão dos atendidos no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico). Assim, eles conseguem fazer a retirada de segunda via de documentação e para serviços da rede socioassistencial e demais políticas públicas”, disse a coordenadora do Centro Pop.

Para ela, receber a Oficina ReCriando Sabores no espaço é muito gratificante. “O público em situação de rua, normalmente, come apenas o que é ofertado a eles. Então, realizar uma roda de conversa com troca de conhecimento e pratos diversificados é algo que pode mudar a vida dessas pessoas”, destacou.

J., 41 anos, aproveitou o bate-papo e aprovou os pratos servidos. “Foi uma tarde muito especial. Adorei o patê e o pão de cenoura, e foi muito interessante aprender um pouco mais sobre alimentação saudável”, disse.

RECRIANDO SABORES — Para se voluntariar ao projeto ReCriando Sabores, basta se cadastrar na plataforma PiraSolidária (pirasolidaria.com.br). O portal é uma iniciativa do Fundo Social de Solidariedade de Piracicaba e conecta interessados em ajudar uma causa social às organizações comprometidas com a mudança. Para participar, é preciso fazer um cadastro e escolher uma região ou instituição específica para prestar voluntariado. 

Populacao assistida pelo Centro Pop aproveitou a oficina ReCriando Sabores
População assistida pelo Centro Pop aproveitou a oficina ReCriando Sabores

source
Com informações da Prefeitura de Piracicaba

Anúncios

Deixe uma resposta