5 de julho de 2024 – 21:45
# # # # #


Ascom SSPDS – Texto

Paulo Cavalcanti – SSPDS – Fotos



Em mais uma das medidas anunciadas pelo Governo do Ceará para reforçar a segurança pública, o governador Elmano de Freitas e o secretário da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), Roberto Sá, acompanharam, nesta sexta-feira (5), o início da Operação Integração Saturação Total, realizada em bairros de Fortaleza e Caucaia, baseada nos estudos estratégicos da Superintendência de Pesquisa e Estratégia de Segurança Pública (Supesp). Cerca de 330 policiais civis, militares e penais participam dos trabalhos, que contam com 85 viaturas e 33 motocicletas.

Durante o início da operação, o governador Elmano de Freitas pontuou a importância da presença permanente das Forças de Segurança do Ceará, e lembrou que a estratégia conta com a contribuição de outros setores como o Centro de Inteligência do Ceará (CIC) e a Supesp. O governador também destacou os investimentos recentes do Governo do Ceará, como ampliação do efetivo e aumento em 50% dos valores da gratificação por apreensão de armas de fogo, acessórios e munição, entre outras iniciativas.

“Lançamos hoje essa operação e esse trabalho vai seguir por tempo indeterminado. É muito importante e necessário que as pessoas saibam que a Polícia está nas ruas. E identificamos os pontos que temos que fazer esse reforço, com o nosso trabalho de inteligência, com os indicadores da Supesp, que nos sinalizam pontos de mancha criminal”, explicou o governador Elmano de Freitas. “Aqui nós já estamos utilizando a lei aprovada na Assembleia Legislativa do Ceará, que garante o aumento de hora extra para os policiais penais, que intensificam as ações na rua para proteger o nosso povo e é isso que nós vamos fazer até o fim em ação muito articulada juntos. A Polícia Civil vai cobrir determinadas áreas, a Polícia Militar vai para outras áreas, a Polícia Penal para outras. Nosso foco é espalhar o máximo a atuação desses policiais nas regiões mais sensíveis de Fortaleza e Região Metropolitana”, completou.

O secretário da SSPDS, Roberto Sá, avalia que a presença permanente das Forças de Segurança em pontos de Fortaleza e da Região Metropolitana é também uma maneira de fortalecer o elo entre policiais civis, militares e penais com a população. “É importante demais para a população ter a visibilidade de suas Forças de Segurança atuando nas ruas e, com isso, aumentamos a sensação de segurança. Essa presença mais ostensiva também é uma forma de inibir o criminoso de praticar crimes. Por decisão estratégica, não detalhamos o prazo para encerrar os trabalhos, mas é possível informar que essas ações são continuadas, aliando a ostensividade da Polícia Militar com a inteligência e investigações da Polícia Civil, contribuindo para a captura de integrantes de grupos criminosos e envolvidos em outros delitos”, destacou o gestor.

Operação Integração Saturação Total

A Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) e a Polícia Militar do Ceará (PMCE) atuam de forma coordenada, com apoio da Secretaria de Administração Penitenciária (SAP). Participam, pela PMCE, equipes especializadas do Comando de Policiamento de Choque (CPChoque), Comando de Policiamento de Rondas de Ações Intensivas e Ostensivas (CPRaio), Comando de Prevenção e Apoio às Comunidades (Copac), Batalhão de Polícia de Trânsito Urbano e Rodoviário Estadual (BPRE), Batalhão de Policiamento de Meio Ambiente (BPMA), Regimento de Polícia Montada (RPMont) e a Força Tática dos batalhões da Capital.

A PCCE conta com equipes da Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais (Core), Departamento de Polícia Judiciária Metropolitana (DPJM), Departamento de Polícia Judiciária da Capital (DPC) e Departamento de Polícia Judiciária Especializada (DPE).





source
Com informações do Governo do Estado do Ceará

Anúncios

Deixe uma resposta