Meio Ambiente realiza estudo para análise e conservação de árvores do município

A Secretaria de Meio Ambiente da Prefeitura de Pindamonhangaba, em parceria com a Fundação de Apoio à Pesquisa Agrícola – FUNDAG, vem desenvolvendo um importante trabalho voltado às árvores do município, com objetivo de identificar a sanidade das árvores e propor ações para a sua conservação, algo que impacta na segurança da população diante os riscos de queda de galhos e até mesmo das árvores adultas.
O trabalho está sendo realizado pelo engenheiro agrônomo e coordenador do Laboratório de Silvicultura Urbana da Escola Superior de Agricultura ‘Luiz de Queiroz’ (ESALQ-USP), Doutor Demóstenes Ferreira da Silva Filho. A contratação da a FUNDAG – ESALQ tem três principais objetivos, sendo o primeiro a elaboração de um plano de arborização urbana, com regras e diretrizes estabelecidas e estratégias para melhorar a cobertura vegetal do município e também realizar um inventário das árvores em um dos pontos turísticos mais conhecidos e queridos da cidade, o Bosque da Princesa. Um segundo objetivo é realizar um diagnóstico da floresta urbana do município, identificando locais de carência de árvores e apontando soluções para incrementar o plantio de árvores na cidade.
De acordo com a secretária de Meio Ambiente, Maria Eduarda San Martin, “o terceiro objetivo é a realização de um levantamento das árvores que possuem características históricas importantes ou que podem gerar risco, por isso foram realizadas tomografias por impulso, que fornecem informações acerca da sanidade do indivíduo arbóreo que são difíceis de verificar em análises visuais, demonstrando o tamanho e a posição de possíveis lesões nas árvores e também as partes mais frágeis, orientando ações para sua conservação”.
A tomografia é feita com a fixação de sensores ao redor da árvore que emitem e recebem ondas mecânicas. Essas ondas atravessam a madeira e enviam resposta ao equipamento, que calculando o tempo de percurso destas ondas, fornece um atestado da resistência da madeira das árvores. As análises de ultrassom estão sendo realizadas em diversos bairros da cidade, como por exemplo, nas árvores localizadas na praça do quartel, um local de grande circulação de pessoas, sendo importante garantir a prevenção de impactos e riscos à população.








source
Com informações da Prefeitura de Pindamonhangaba

Anúncios

Deixe uma resposta