Casa do Suzano Vôlei, equipamento foi entregue em 5 de julho de 2018, após duas décadas de espera, e sediou ‘Virada da Vacina’, jogos da seleção brasileira e outros acontecimentos

Palco de alguns dos maiores eventos da história da cidade, a Arena Suzano completa seis anos nesta sexta-feira (05/07). Instalado nas dependências do Parque Municipal Max Feffer (avenida Senador Roberto Simonsen, 90 – Jardim Imperador), o equipamento foi inaugurado em 5 de julho de 2018 em uma cerimônia histórica que colocou fim a uma espera de 23 anos pela conclusão das obras do espaço.

Desde sua entrega, a Arena foi palco de grandes eventos esportivos e culturais, mas os mais emblemáticos deles aconteceram no auge da pandemia do novo coronavírus (Covid-19): entre abril de 2020 e julho de 2021, o espaço sediou o Hospital de Quarentena e foi o principal polo de imunização contra o vírus no município ao sediar duas edições da “Virada da Vacina”, contribuindo para o avanço da proteção ao público suzanense com toda sua estrutura ao administrar 40 mil doses.

Casa do Suzano Vôlei, a arena também é um marco para o esporte da cidade. Transformada em um caldeirão por milhares de suzanenses apaixonados pelo vôlei, o equipamento sedia partidas da equipe na Superliga e foi palco do retorno do time à elite da competição mais importante da modalidade em escala nacional após 13 anos. Além disso, a Arena foi sede do vice-campeonato paulista do time, em 2023, e recebeu dois jogos da seleção brasileira feminina de vôlei, que enfrentou a rival Argentina em 2019.

Além disso, o espaço também sediou a “ExpoFlores”, evento promovido neste ano e em 2023 em razão dos aniversários de emancipação político-administrativa de Suzano com exposição e apresentações culturais.

“São seis anos de uma linda história da Arena Suzano. Temos muito orgulho do que ela se transformou e do quanto ela representa para o esporte da nossa cidade. Sem dúvidas é atualmente uma das praças esportivas mais importantes da nossa região”, enalteceu o secretário de Esportes e Lazer de Suzano, Arnaldo Marin Junior, o Nardinho.

Histórico

A arena é referência no Estado para a Confederação Brasileira de Voleibol por suas características técnicas. Ela começou a ser construída em 1993 em razão da necessidade de dispor de um local maior para os jogos, uma vez que o time de vôlei da cidade havia conquistado o bicampeonato brasileiro. Na época, as partidas ocorriam no Complexo Poliesportivo Paulo Portela, o Portelão, com capacidade menor para torcedores.

No entanto, a obra foi paralisada diversas vezes, sendo retomada apenas em 2015 por meio de um financiamento no valor de R$ 10 milhões feito junto à Agência de Desenvolvimento Paulista (Desenvolve SP). Para a conclusão da construção, em novembro de 2017, o município recebeu mais de R$ 3,5 milhões, por meio do mesmo contrato com o órgão do governo do Estado, assinado pelo prefeito Rodrigo Ashiuchi.

Para se tornar o marco que é hoje, a arena recebeu 349 toneladas de estrutura metálica protendida, 4,7 mil metros quadrados (m²) de telhas metálicas tipo “sanduíche” e 772 m² de venezianas industriais. Com a conclusão, o local, que tem quase 10 mil m² de área, recebe jogos oficiais, shows e eventos de grande porte, com capacidade para 4 mil pessoas sentadas.

Altamente tecnológica, ela conta com placar digital e possui uma quadra de piso de madeira em assoalho tipo flutuante, com uma superfície primária de concreto plano e nivelado e iluminação 100% em LED. 

O prefeito Rodrigo Ashiuchi celebrou o sexto ano de inauguração da Arena Suzano enaltecendo o trabalho realizado no local. “Era um equipamento abandonado, como tantos que encontramos quando assumimos a gestão, em 2017. Tínhamos a premissa de concluir obras paradas e essa, realmente, é uma das que eu mais me orgulho. Hoje ela é uma referência em nosso município e isso se deve à dedicação de toda a nossa equipe. Agradeço ao Nardinho e a toda a equipe de Esportes e Lazer do município por estarem conosco nesta empreitada desde o início”, declarou o chefe do Poder Executivo municipal.

Créditos das fotos: Luana Bergamini/Secop Suzano e Divulgação/Secop Suzano

Anúncios

Deixe uma resposta