Primeira turma de equoterapia para alunos da rede Estadual atenderá 9 participantes

Pindamonhangaba, por meio da Secretaria da Mulher, Família e Direitos Humanos, promoveu, no mês de junho, um evento que marcou o lançamento da nova turma de alunos atendidos na Equoterapia pela Associação Cavalgar. Durante o evento também foi anunciado o início do programa “Eu Posso Galopar pelo Amanhã”, que tem como objetivo oferecer Equoterapia a alunos que não estão integrados à rede municipal de ensino.
O projeto é fruto de uma ação da Secretaria da Mulher, Família e Direitos Humanos e será executado graças a uma emenda parlamentar no valor de 90 mil reais do vereador Gilson Nagrin. Este financiamento possibilitará garantir a continuidade da Equoterapia para nove alunos ao longo de 10 meses. Este período será crucial para o desenvolvimento do último programa da terapia, a Prática Esportiva Paraquestre, preparando os praticantes para possíveis competições.
O programa visa proporcionar avanços essenciais nas áreas física, psíquica, educacional e social dos participantes, utilizando um plano terapêutico e pedagógico abrangente que inclui técnicas reeducativas, atividades lúdicas e esportivas. Atualmente, 150 crianças e adolescentes da Rede Municipal de Ensino de Pindamonhangaba são beneficiados por esse método. No entanto, cerca de 10% desses jovens enfrentavam a perda de acesso à terapia ao passarem para a Rede Estadual de Ensino, o que frequentemente resultava na regressão de comportamentos já desenvolvidos.
Com a introdução do programa “Eu Posso Galopar pelo Amanhã”, a primeira turma de alunos fora da rede municipal de ensino foi apresentada no evento “Amigos da Inclusão”. Eles serão atendidos pela Associação Cavalgar, fortalecendo o compromisso com a inclusão e o desenvolvimento integral dos participantes através da Equoterapia.








source
Com informações da Prefeitura de Pindamonhangaba

Anúncios

Deixe uma resposta