A Vigilância Epidemiológica, vinculada à Secretaria Municipal de Saúde, divulgou na tarde de hoje, quinta-feira, 04/07, mais dois óbitos por dengue em Piracicaba; no total já são 11 mortes pela doença em 2024. Os resultados vieram após exame confirmatório realizado pelo Instituto Adolfo Lutz, de São Paulo. O primeiro registro é de uma paciente do sexo feminino, na faixa etária entre 70 e 79 anos, com comorbidades e residente na região Leste, sendo o óbito ocorrido na semana entre os dias 10 a 16/03; o segundo registro é de um paciente do sexo masculino, na faixa etária entre 60 e 69 anos, com comorbidades e residente na região Norte, sendo o óbito ocorrido na semana entre os dias 26/05 a 01/06. Os dois casos foram classificados como sorotipo 1 da dengue. Os outros casos foram registrados em quatro pessoas do sexo masculino e cinco do sexo feminino, na faixa etária entre 30 e 89 anos e moradores da região Central, Leste, Norte e Sul.

De acordo com a Vigilância Epidemiológica (VE), de 01/01 a 02/07 de 2024 foram registradas 53.094 notificações para a dengue com 25.911 casos positivos. Sete óbitos suspeitos ainda estão em investigação.

A Secretaria de Saúde segue monitorando os casos de dengue no município e continua com o trabalho intenso de combate ao mosquito Aedes aegypti transmissor da dengue, zika vírus e chikungunya. Com apoio do PMCA (Programa Municipal de Combate ao Aedes), vinculado ao Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), os agentes de saúde e zoonoses ampliaram suas atividades com ações orientativas e educativas casa a casa de segunda a sexta-feira.

Os arrastões seguem todos os sábados e as equipes de nebulização continuam atuando em regiões com maior número de casos, além das ações de remoção de inservíveis em residência de acumuladores, entrada forçada em locais suspeitos para criadouros, entre outras ações. Para o próximo sábado, 06/07, das 8h às 14h, o Arrastão da Dengue vai passar pelos bairros Jardim Costa Rica, Belvedere, Minas Nova e Jardim Paraíso, com ponto de encontro em frente à Escola Municipal João Oriani, à rua Vaticano, 502.

DENÚNCIA – Para denunciar imóveis abandonados ou locais que tenham possíveis criadouros da dengue bastar registrar solicitação no SIP 156. Para outras orientações, basta ligar no PMCA pelo telefone (19) 3427-3351.

source
Com informações da Prefeitura de Piracicaba

Anúncios

Deixe uma resposta