As pessoas em privação de liberdade do sistema prisional da Paraíba passarão a ter certificação de cursos profissionalizantes ofertados pela Secretaria de Estado da Administração Penitenciária da Paraíba (Seap-PB) e parceiros. O benefício resulta de um protocolo de termo de cooperação técnica e acadêmica firmado nesta sexta-feira (5) entre a Seap e a Escola de Serviço Público do Estado da Paraíba (Espep). Integra o protocolo o plano de trabalho elaborado de comum acordo entre as partes.

O secretário da Administração Penitenciária, João Alves, avalia que a parceria é de grande importância, “porque o cidadão vai ser capacitado e vai poder portar a certificação de cursos que ele ou ela participou e foi aprovado, então consideramos importante essa iniciativa e iremos dar segmento em todas as unidades prisionais da Paraíba”.

A superintendente da Espep, Ivanilda Matias Gentle, destacou a importância da Espep ter reconhecimento. “Desta forma, os reeducandos ao sairem do sistema terão o orgulho de mostrar para qualquer pessoa lá fora do sistema essa certificação de uma instituição reconhecida e respeitada”. Acrescentou ainda que esta ação é um projeto social da Espep em parceria com a Seap, sempre visando a prestação de uma boa capacitação para os privados de liberdade.

De acordo com o gerente executivo de Ressocialização da Seap, João Rosas, a parceria firmada segue a diretriz do governador João Azevêdo, do secretário João Alves, de capacitar esse público, de ampliar as oportunidades para que eles sejam inseridos no mercado de trabalho. “Então o momento de hoje é um grande marco também para a política de reinserção social e vai estar lincado com diversas outras ações da Seap e do Governo do Estado”.

Do plano de trabalho constam workshop e cursos. O termo de cooperação terá vigência de um ano, podendo ser prorrogado por meio de termo aditivo.

O diretor da Escola de Gestão Penitenciária, Mazukyevicz Nascimento, e a diretora da Penitenciária Feminina “Júlia Maranhão”, Cinthya Almeida, testemunharam o acordo firmado.

source
Com informações do Governo do Estado de Paraíba

Anúncios

Deixe uma resposta