Travessia de acesso ao Hospital do Vicentino otimiza atendimento a pacientes em at um minuto


Quando se trata de saúde, um segundo pode salvar muitas vidas. Um minuto então, vale ouro. Por conta disso, uma importante mudança idealizada pela Prefeitura de São Vicente pode ser convertida na prestação de inúmeros socorros. Trata-se da nova travessia de acesso ao Hospital do Vicentino, que integra a reurbanização da Linha Vermelha (Vila São Jorge). 


 


A nova passagem gerará economia de tempo de até um minuto no acesso à unidade, tendo em vista que uma ambulância, em média, anda a 60 km/h. 


 


“Se tratando do modelo de atendimento que o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) presta, no qual pacientes se encontram em estado crítico com risco de morte, cada segundo conta. No nosso serviço, ‘tempo é vida’, e faz toda a diferença no prognóstico do paciente”, explica o coordenador médico do Samu de São Vicente, Vandré Roma. 


 


O Hospital do Vicentino atende pessoas que necessitam de internação e, muitas vezes, apresentam quadros cirúrgicos delicados. Portanto, segundo Vandré, a estimativa é de que mais de 50 vidas possam ser salvas mensalmente com essa otimização, utilizando como base a quantidade de pacientes atendidos pelo HDV diariamente. 


 


Além da travessia, a reestruturação da Linha Vermelha compõe a implantação de novas guias e sarjetas, construção de ciclovia, recomposição da mureta do canal e a instalação de demais travessias para pedestres e veículos. O trecho contempla da altura da Avenida Vereador Diego Pires de Campos até a Linha Amarela. 


 


Além do HDV, a região liga São Vicente à cidade vizinha, Santos. O percentual de conclusão da obra ultrapassa os 65%, com supervisão da Prefeitura, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedurb). 


 


Por muito tempo, a Avenida Monteiro Lobato, do canal da Linha Vermelha, foi caracterizada por abandono, com buracos, entulhos, muretas e passarelas quebradas. A atual gestão assumiu com as obras já em andamento, e constatou uma série de problemas no antigo contrato. Diante disso, a Administração Municipal traçou um novo planejamento, abriu licitação e contratou uma outra empresa para executar os serviços.


 


“O convênio havia sido firmado em 2019. Eram três empresas diferentes realizando o mesmo trabalho, e isso não estava funcionando. Refizemos o projeto, aprovamos novamente com o Governo do Estado, vencemos a burocracia, iniciamos a obra e, agora, podemos contemplar grandes conquistas, como essa linda travessia que certamente salvará muitas vidas”, ressalta o prefeito Kayo Amado.


 


Investimentos – As melhorias em São Vicente podem ser vistas por todos os cantos. Desde intervenções de infraestrutura, como o canal da Eduardo Souto, mobilidade, como o próprio canal da Linha Vermelha, até turismo, como as obras da Praça da Biquinha. A iniciativa visa ressignificar o conceito que muitos têm sobre o Município e recuperar a autoestima dos vicentinos.


 


“A gente sabe que muita coisa ainda não está boa. Mas precisava de um começo. Hoje o turista entra na Cidade e se depara com uma Orla do Gonzaguinha revitalizada, um Parque da Juventude fomentando esporte na Praia do Itararé, um centro comercial do jeito que São Vicente merece. A reurbanização da Linha Vermelha é só mais um demonstrativo de que estamos buscando, de todas as formas, o melhor para que a Cidade cresça, com turismo, comércio e emprego”, concluiu o prefeito.

source
Com informações da Prefeitura de São Vicente

Anúncios

Deixe uma resposta