Alunos de escolas de Suzano têm textos e ilustrações publicados em livro

0
236

Projeto ‘Histórias Ilustradas’ selecionou três conteúdos produzidos por seis crianças do Residencial Nova América, Casa Branca e Parque Samambaia

Alunos das Escolas Municipais Engenheiro Isaías Martinelli Gama (Residencial Nova América), Professora Mércia Amaral Andrade de Brito (Parque Residencial Casa Branca) e Professor Paulo Henrique Barreiros (Parque Samambaia) tiveram seus trabalhos publicados no livro “Histórias Ilustradas’, projeto realizado em parceria entre a Prefeitura de Suzano e a Horizonte Educação e Comunicação, por intermédio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura, com apoio da empresa Ecolab Endoclear.

 

De acordo com a coordenadora de projetos especiais da Secretaria Municipal de Educação, Rafaela Rodrigues, o município recebeu o convite e com as três unidades aderiu ao projeto. Todos os estudantes participaram e seis deles foram contemplados com suas histórias e ilustrações publicadas no livro. Exemplares foram enviados nesta semana para cada escola participante, aos alunos e educadores.

 

“Ao todo, enviamos 60 cartas que foram analisadas por uma comissão julgadora. Três delas, elaboradas por três ‘redatores’ e três ‘ilustradores’, foram selecionadas para fazer parte do livro. Agradecemos também aos professores que aderiram ao projeto de forma espontânea e foram fundamentais para este resultado”, explicou.

 

Os seis estudantes contemplados são: Rebecca de Oliveira e Emily Caroline dos Santos, do 4º ano da Escola Municipal Engenheiro Isaías Martinelli Gama; Flávia Rodrigues Justo e Kawane dos Santos Vieira, do 4º ano da Escola Municipal Professora Mércia Amaral Andrade de Brito; e Gabriel Stampini e Cauã Medeiros, do 5º ano da Escola Municipal Professor Paulo Henrique Barreiros.

 

“A participação dos alunos neste projeto é muito importante para o desenvolvimento de uma consciência alimentar e de hábitos saudáveis. Ao mesmo tempo, eleva a autoestima deles por terem texto e ilustração publicados em um livro de grande qualidade”, destacou o secretário de Educação de Suzano, Leandro Bassini.

 

O projeto

O objetivo principal do projeto foi incentivar a leitura, a criatividade e a produção de textos e ilustrações. Antes do trabalho em sala de aula, os educadores passaram por oficinas de capacitação sobre o gênero epistolar – que é a relação entre a saúde e a alimentação – para uma melhor compreensão do tema, para treinar habilidades de escrita e discutir a necessidade da comunicação em vários formatos.

 

Com a orientação de professores, durante o segundo semestre, os alunos fizeram textos e ilustrações em duplas sobre o que entenderam do tema estipulado. Ao final, as produções das escolas foram enviadas à comissão julgadora, que selecionou as que foram publicadas no livro. Além de Suzano, houve a participação de mais três municípios paulistas: São Paulo, Campinas e Franca. Foi registrada a adesão de 86 escolas, com a participação efetiva dos trabalhos de 265 professores e 8,1 mil alunos, totalizando 365 produções recebidas.

 

 

Créditos das fotos: Wanderley Costa/Secop Suzano e Mauricio Sordilli/Secop Suzano

Deixar uma resposta