Cerca de nove mil alunos de escolas municipais de Ferraz de Vasconcelos participam de atividades do projeto Boa Energia nas Escolas, da EDP

0
60
Cerca de nove mil alunos de escolas municipais de Ferraz de Vasconcelos participam de atividades do projeto Boa Energia nas Escolas, da EDP

São Paulo, 4 de setembro de 2019 – Até 27 de setembro, cerca de 9 mil alunos da rede pública de ensino de Ferraz de Vasconcelos participarão das atividades do caminhão-laboratório do projeto Boa Energia nas Escolas, da EDP, distribuidora de energia do Alto Tietê. A iniciativa trabalha conceitos sobre a utilização segura e eficiente da eletricidade de forma lúdica e divertida com estudantes da cidade.

No caminhão-laboratório, os alunos vivenciam uma série de experimentos, aprendendo na prática temas como a preservação dos recursos naturais, os tipos de geração de energia, segurança com pipas e rede elétrica e sobre como melhor usar equipamentos elétricos dentro de casa.

Após a visita ao caminhão, os participantes recebem um kit com história em quadrinhos, adesivos com dicas de economia de energia e uma miniatura do caminhão da Boa Energia para poder ser montada em sala de aula. Para que o conteúdo seja trabalhado de forma ampla, 90 educadores dos colégios contemplados passaram por um curso de capacitação de 40 horas/aula, recebendo orientações sobre formas de abordar os assuntos no ambiente escolar.

O projeto, que faz parte do Programa de Eficiência Energética (PEE) da empresa, utiliza a metodologia PROCEL Educação e é regulado pela Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica). O projeto Boa Energia nas Escolas beneficiará mais de 120 mil alunos de escolas municipais no ciclo 2018/2019, em toda a área de concessão da EDP em São Paulo.

Confira as atividades que o caminhão-laboratório oferece:

Painel interativo casa de consumo – um painel com os principais cômodos e equipamentos eletrodomésticos, que simulam o consumo de uma residência;

Gerador de Van der Graff – produz o efeito de arrepiar os cabelos de quem tocar na cúpula isolada da terra, pois o cabelo fica eletrizado com cargas da mesma polaridade, que consequentemente se repelem;

Condutores e Isolantes – mostra que o caminho em um circuito elétrico não precisa ser todo metálico, pois há outros materiais que também permitem a passagem da corrente elétrica;

Globo de Plasma – experimento que mostra como uma pessoa passa a ser um condutor elétrico;

Teste de Nervos – o grande desafio é completar o trajeto sem tocar no fio. Ao tocar a argola no fio, fecha-se o circuito, acionando uma luz e uma campainha;

Gerador Manual – o estudante pedala uma bicicleta ergométrica que transforma a energia mecânica em energia elétrica. A energia produzida acende lâmpadas de LED;

Placa de Energia Solar  a célula fotovoltaica capta energia solar, que é transformada em energia elétrica. A energia produzida gira o disco colorido, conhecido como disco de Newton, que, ao girar, produz um efeito visual;

Semáforo das Bandeiras Tarifárias – Bandeiras Tarifárias são sinalizadas por meio de um semáforo para facilitar o entendimento dos visitantes, além de indicar qual a bandeira do mês vigente.

Escolas participantes – Ferraz de Vasconcelos

EMEIF Silvino Antunes de Souza

EMEF Halim Abissamra

EMEI Sara Tineue

EMEIF Tom Jobim

EMEF Prefeito Helmuth Hans Louis Baxmann

EMEF Miryam Penteado Rodrigues Alckimin

EMEIF Sylvia da Silveira de Martine

EMEF Luciano Poletti

EMEF Profª Primosa Jorge do Nascimento

EMEIF Maria Andena Costa

EMEF “Profª Nurimar Martins Hiar

EMEI Doutor Joracy Cruz

EMEF Doutor Alfredo Froes Neto

EMEF Abílio Secundino Leite

Deixe uma resposta