Corpo de menina de 16 anos é encontrado dentro de escola de Poá, ex – companheiro da vítima está preso por feminicídio

0
1315

Em depoimento à Polícia Civil, o suspeito, de 20 anos, afirmou que tentava reatar o relacionamento com a vítima

O corpo de uma mulher foi encontrado dentro de uma escola estadual na Vila Júlia, em Poá, nesta sexta-feira (27).

O corpo estava em uma rampa cercada de mato, com um corte no pescoço. “Ela se esvaiu em sangue no local, ela foi morta no local onde nós a encontramos.

Por causa do período de férias, só a secretaria da escola está funcionando. Quando os funcionários chegaram para trabalhar, por volta das 9h, se depararam com o corpo no pátio.

A prisão do responsável pelo assassinato foi no início da noite. Segundo a polícia, um homem de 20 anos, foi até à delegacia, para noticiar o desaparecimento da companheira. As declarações dadas sobre o sumiço, porém, despertaram suspeitas de investigadores sobre o crime.

Policiais começaram a fazer perguntas a respeito do assassinato ocorrido mais cedo. Foi então que o suspeito confessou ter matado a ex-companheira. Disse que tentava reatar o relacionamento, e que a ida deles à escola foi para terem uma última relação sexual.

Quanto o real motivo para o assassinato, o suspeito, porém, não afirmou categoricamente o porquê de ter matado a jovem. Se, por exemplo, era pelo fato dela ao negar reatar o relacionamento no qual mantiveram no passado. Eles têm uma filha de dois anos.

Deixar uma resposta