A Prefeitura de Suzano realizou a formatura de duas turmas que participaram do curso gratuito de Língua Brasileira de Sinais (Libras). Ao todo foram 45 participantes, entre munícipes e servidores municipais de diversos setores. A iniciativa tem por objetivo facilitar e ampliar a inclusão social nos prédios públicos municipais, rompendo as barreiras de comunicação, onde a pessoa surda ou com deficiência auditiva necessite de atendimento e encontre dificuldades.

 

A formatura do curso “Introdução à Língua Brasileira de Sinais e Conhecimento Acerca do Surdo” ocorreu nas últimas segunda e quinta-feira (03 e 06/06), no Complexo Educacional Mirambava. A capacitação foi realizada em dois períodos, matutino e vespertino, desde março. Atualmente, há um curso noturno em andamento, com 32 participantes. As aulas tiveram início em 25 de abril e seguem até 18 de julho.

 

A instrutora responsável é a Intérprete de Libras Cláudia Oliveira, do Atendimento Educacional Especializado, vinculado à Secretaria Municipal de Educação. As primeiras turmas foram formadas por munícipes e servidores municipais de diversos setores e pastas da Prefeitura de Suzano como Habitação, Recursos Humanos, Educação, Administração, Saúde, Centro de Especialidades Odontológicas (CEO), Serviço de Ação Social e Projetos Especiais (Saspe), Posto de Atendimento ao Trabalhador (PAT) e Desenvolvimento Econômico.

 

O curso, com carga horária total de 60 horas presenciais, contemplou disciplinas como história do surdo no Brasil e no mundo; a origem da Língua de Sinais; cultura; identidade e comunidade surda; alfabeto manual/datilologia e numerais; classificadores; configuração de mão; ponto de articulação e movimento; os cinco parâmetros; recursos de vocabulário; verbos; saudação; alimentos; corpo humano; higiene pessoal; e acessibilidade.

 

A iniciativa é das Secretarias de Administração e da Educação e tem como objetivo difundir a Libras como forma de comunicação, proporcionar conhecimento da comunidade surda e contato com a língua e com a pessoa surda e capacitar profissionais da rede pública municipal e a comunidade local.

 

“Temos conhecimento de que o conteúdo oferecido no curso já foi útil para funcionárias de três setores diferentes, como Trânsito, PAT e CEO, em atendimento aos munícipes. Ficamos muito felizes com a participação de todos e também por já poder testemunhar frutos desta iniciativa”, disse o secretário de Educação, Leandro Bassini.

 

A secretária de Administração, Cíntia Renata Lira, adiantou que em breve uma nova oportunidade será oferecida. “Já estamos elaborando o boletim com abertura para as próximas turmas, que deverá ser lançado nos próximos dias com as inscrições. Estamos muito orgulhosos deste trabalho”, frisou.

 

A iniciativa atende ao decreto municipal nº 5.626/05, de regulamentação da lei federal nº 10.436/02, que salienta os parâmetros de conduta do Poder Público e estabelece que deve dispor de, pelo menos, 5% de servidores, funcionários e empregados capacitados para o uso e interpretação da Libras, como meio de assegurar às pessoas surdas o tratamento diferenciado. Este instrumento determina que a língua constitui-se um fator decisivo de interação.

 

 

Crédito das fotos: Divulgação/Secop Suzano

Deixe uma resposta