Ecofuturo publica Plano de Manejo do Parque das Neblinas

0
458

Elaboração do documento contou com mais de 30 especialistas

Plano de Manejo é um documento técnico e um dos principais instrumentos de planejamento e gestão para reservas ambientais, orientando sobre ações necessárias para promover os objetivos de conservação e manejo florestal na área. O Parque das Neblinas, reserva da Suzano gerida pelo Instituto Ecofuturo localizada em Mogi das Cruzes e Bertioga, completou 15 anos em 2019 e teve seu plano redesenhado de forma inovadora e colaborativa. O resumo do material já está disponível para acesso gratuito no site ecofuturo.org.br, além de um breve vídeo que explica o processo e sua importância.

A elaboração do Plano de Manejo do Parque das Neblinas teve início em 2016 e contou com a participação de mais de 30 especialistas multidisciplinares, entre a equipe própria do Instituto e parceiros de diferentes áreas de atuação, como biólogos, engenheiros florestais, comunicadores, entre outros.

Com linguagem simples, o objetivo é que ele seja um documento de fácil compreensão e que inspire outras áreas de conservação. Para isso, além do caderno que traz um resumo do Plano de Manejo propriamente, foram elaborados outros nove cadernos temáticos, um atlas com a coleção de diferentes mapas do Parque das Neblinas e um instrumento de gestão – agenda que registra o planejamento anual da reserva e possibilita o acompanhamento dos projetos e ações desenvolvidas.

A construção do material foi dividia em três fases: diagnóstico, monitoramento de indicadores de desempenho e o planejamento. A primeira etapa contemplou o levantamento de dados e informações já existentes sobre a reserva e trabalhou diferentes temas relacionados à operação do Parque. A segunda teve um caráter inovador, sendo considerada um aprimoramento da gestão e monitoramento de indicadores de desempenho, como os de impacto da visitação e de recursos hídricos, por exemplo. Na terceira e última fase, a de planejamento, foram determinados os objetivos e o zoneamento da área, além de serem estruturados os programas de operação e o planejamento estratégico de curto, médio e longo prazo.

“O objetivo do Ecofuturo é que, com o novo Plano de Manejo, possamos inspirar outras reservas e  que ele se torne um modelo a ser compartilhado, assim como todo aprendizado colhido ao logo do seu desenvolvimento. Gerir áreas de conservação é um desafio, mas ter um documento bem elaborado contribui para tornar a atividade mais ágil, eficiente e direcionada. Com projetos como este fortalecemos ações que apoiam o desenvolvimento local sustentável e a conservação ambiental”, explica Paulo Groke, Diretor Superintendente do Instituto Ecofuturo.

Sobre o Parque das Neblinas

Reconhecido pelo Programa Homem e Biosfera da UNESCO como Posto Avançado da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica, o Parque das é uma reserva ambiental da Suzano, gerida pelo Ecofuturo, com 7 mil hectares. No local, são desenvolvidas atividades de ecoturismo, pesquisa científica, educação ambiental, manejo e restauração florestal e participação comunitária. Mais de 1.250 espécies já foram identificadas no Parque e para conhecer mais sobre a diversidade de animais e plantas protegidos na reserva, confira a publicação “A biodiversidade no Parque das Neblinas”, disponível no site do Ecofuturo.

 

Sobre o Instituto Ecofuturo

O Instituto Ecofuturo contribui para transformar a sociedade por meio da conservação ambiental e promoção de leitura, integrando livros, pessoas e natureza. Entre as principais iniciativas estão o projeto Biblioteca Comunitária Ecofuturo, com a implantação de mais de 100 bibliotecas no País, e a gestão do Parque das Neblinas, onde são desenvolvidas atividades de educação ambiental, pesquisa científica, ecoturismo, manejo e restauração florestal, e participação comunitária. Organização sem fins lucrativos, fundada em 1999 e mantida pela Suzano, o Instituto atua como articulador entre sociedade civil, poder público e o setor privado. Conheça mais em www.ecofuturo.org.br, e acompanhe em www.facebook.com/InstitutoEcofuturowww.youtube.com/institutoecofuturo e www.instagram.com/ecofuturo.

Deixar uma resposta