GCM de Suzano inibe tráfico de drogas e pichações no fim de semana

0
245

Ocorrências contaram com auxílio das câmeras de monitoramento e de equipes em patrulhamento nas ruas 

O último final de semana foi agitado para a Guarda Civil Municipal (GCM) de Suzano, que atendeu a pelo menos três ocorrências na cidade, resultando em cinco suspeitos detidos, sendo quatro flagrados pichando muros e um envolvido com tráfico de drogas. Todos foram encaminhados à Delegacia Central de Polícia para registro de boletins de ocorrência.

Os casos de vandalismo foram verificados entre a noite de sábado (14/12) e a manhã de domingo (15/12). A primeira situação ocorreu em uma área próxima à Praça Sol Nascente, na Vila Sol Nascente, onde dois suspeitos foram flagrados pelas câmeras da Central de Segurança Integrada (CSI) pichando um muro. Rapidamente, uma equipe da GCM foi deslocada ao local para detê-los e conduzi-los à delegacia da Polícia Civil. A ocorrência foi registrada como crime ambiental, conforme legislação vigente, sendo de menor potencial ofensivo, e por isso respondem em liberdade.

Na manhã seguinte, caso semelhante foi verificado na Cidade Edson. Desta vez, uma equipe da Patrulha Maria da Penha que acompanhava uma vítima assistida conseguiu deter outra dupla de pichadores. Os suspeitos passaram pelo mesmo processo de diligências.

Já a ocorrência de tráfico de drogas aconteceu na região da Casa Branca e foi atendida pelo patrulhamento preventivo da equipe do Canil da GCM. O suspeito portava 53 cápsulas de cocaína e 35 porções de maconha e acabou sendo encaminhado à unidade policial. O indivíduo estava há cerca de seis meses fora do sistema carcerário, onde respondia pelo mesmo crime.  


Inteligência

Ainda no domingo, a GCM inibiu um evento festivo no Jardim Colorado, programado para ocorrer sem as autorizações necessárias. De acordo com o comandante da corporação, Sérgio de Assis Andrade, as equipes se empenham no serviço de inteligência para ações preventivas. “O local é um ponto viciado onde sempre ocorrem esses eventos clandestinos. Por isso, deslocamos equipes e coibimos a atividade, que costuma, inclusive, fechar vias sem autorização”, disse. Ele explicou que também realiza o monitoramento desses eventos organizados em redes sociais. “Agimos preventivamente para evitar a possibilidade de confronto com os participantes”, finalizou.

 

 

Crédito das fotos: Divulgação/Secop Suzano

Deixar uma resposta