Homem é preso após entrar no fórum de Mogi com mais de 20 facas, canivetes e acessórios policiais

0
281

Homem é preso após entrar no fórum de Mogi com mais de 20 facas e canivetes, assessórios policiais e centenas de canetas — Foto: Divulgação/Polícia Militar

Um ajudante, de 28 anos, foi preso em flagrante depois de entrar no Fórum de Mogi das Cruzes nesta terça-feira (10), com dezenas de facas, acessórios de defesa pessoal e centenas de canetas.

O caso foi registrado no 1º Distrito Policial como atentado contra a segurança de serviço de utilidade pública e apreensão de objeto.

De acordo com a polícia, o homem chegou ao fórum por volta das 17h30, e informou uma recepcionista que trazia consigo algumas facas. Ele chegou a mostrá-las e a funcionária acabou autorizando sua entrada.

No entanto, segundo o boletim de ocorrência, o ajudante começou a caminhar em direção ao cartório da 1ª Vara Cível e um policial passou a observá-lo até a chegada de apoio para uma aproximação segura.

Os policiais contaram que, ao abordar o homem, encontraram 18 canivetes, seis facas, três cassetetes, um soco inglês, um spray de pimenta, uma algema, cinco lanternas, um colete, quatro luvas de látex, dois celulares e 103 canetas.

O homem ainda vestia um cinto tático e uma jaqueta camuflada que, segundo a polícia, faziam com que as pessoas que o observavam pensassem que ele era integrante de alguma instituição policial. Ele é morador de Campinas e havia ido até o fórum de transporte público.

O boletim afirma ainda que, ao saberem das facas carregadas pelo rapaz, as pessoas que estavam no prédio ficaram apreensivas e algumas entraram em pânico. Uma juíza também teria se afastado do local por questão de segurança.

Ele estava acompanhado por uma tia e uma advogada e, segundo testemunhas, alegou que foi ao Fórum de Mogi para obter a assinatura de uma juíza em um termo de renúncia de um processo de inventário. Em depoimento, as mulheres disseram que não sabiam do conteúdo levado pelo indiciado.

Ao ser interrogado, de acordo com a polícia, o ajudante admitiu a posse dos objetos, mas negou ter ameaçado alguém. Também disse que não tinha um alvo e que os acessórios e armas seriam utilizados para sua defesa pessoal.

Sobre as canetas, ele alegou que era colecionador e disse à policia que elas estão avaliadas em, aproximadamente, R$ 3 mil.

O homem foi preso em flagrante. O crime é inafiançável e a pena pode chegar a quatro anos de prisão. Ele passará por exame de corpo de delito e será apresentado em uma audiência de custódia. As armas, canetas e acessórios foram apreendidos e passarão por perícia.

Deixar uma resposta