Homem leva namorada morta de Uber ao hospital depois de a espancar

0
699

Nicholas teve uma crise de ciúmes após a vítima receber uma mensagem do ex-namorado

Um jovem de 23 anos foi detido no estado da Pensilvânia, nos Estados Unidos, depois de ter levado a namorada morta de Uber até ao hospital, no dia 3 de fevereiro, depois de a espancar brutalmente por, supostamente, ter recebido uma mensagem do ex-namorado.

 

Conta agora a NBC que Sabrina Harooni, de 22 anos, chegou ao hospital com o corpo frio, hematomas no pescoço, sangue seco no nariz e restos de “espuma” na boca. Os médicos repararam também que as calças da jovem tinham lascas de madeira.

As autoridades foram imediatamente chamadas à unidade hospitalar e ao falar com o agressor, Nicholas Forman, este disse que Sabrina tinha sido atacada por três mulheres. Os agentes desconfiaram logo da sua versão e decidiram detê-lo.

Durante a investigação sobre o caso, a polícia descobriu que Nicholas tinha saído com Sabrina na noite do Super Bowl e que tinham ido para casa de Uber. Ao interrogarem o motorista que fez a viagem este admitiu ter ouvido a jovem a dizer ao namorado que tinha recebido uma mensagem do ex, o que deixou Nicholas furioso, ao ponto de a obrigar a entregar o celular.

Na casa do casal, as autoridades encontraram madeixas de cabelo pelo chão e sangue tanto no tapete como nos lençóis. Já no celular da vítima, encontraram a principal prova do crime, um vídeo que mostra Sabrina deitada no jardim enquanto uma voz masculina diz: “É isso que uma traidora mentirosa ganha. Estás a ouvir-me? Sua traidora mentirosa”.

Deixar uma resposta