Meio Ambiente oferece serviço de emergência veterinária

0
222

Atendimento será para animais em sofrimentos, vítimas de acidentes e maus-tratos

A Secretaria do Meio Ambiente de Suzano passa a oferecer a partir de segunda-feira (03/02) o serviço de emergência veterinária para animais sob guarda de pessoas de baixa renda, Organizações Não Governamentais (ONGs), cuidadores e protetores cadastrados na pasta. O atendimento será exclusivo para animais em sofrimentos, vítimas de acidentes e maus-tratos.

O serviço será executado por duas clínicas veterinárias, por meio de chamamento público viabilizado por emendas parlamentares, para o atendimento de exames, cirurgias, internações e demais intervenções necessárias para cada caso avaliado. Os critérios definidos para a assistência determinam que o auxílio será autorizado aos animais sob guarda responsável de moradores de Suzano que apresentem baixa renda, mediante comprovação com o Número de Identificação Social (NIS) e do Cadastro Único; ONGs, cuidadores e protetores do município credenciados na Secretaria Municipal do Meio Ambiente e animais resgatados pela própria prefeitura.

O chefe da pasta, Edson Gianuzzi, explica que serão atendidas situações de emergência, como casos de sofrimento por acidentes e vítimas de maus-tratos. “O serviço veterinário gratuito será destinado a casos extremos, como atropelamentos, envenenamento, espancamento ou qualquer outro tipo de violência cometida contra o animal. As clínicas só poderão atender esses casos com o devido encaminhamento realizado e autorizado pelas secretarias municipais de Meio Ambiente ou de Saúde”, explicou.

Para ter acesso a este auxílio, as ONGs, cuidadores e protetores cadastrados devem procurar o setor de bem-estar animal pelo telefone (11) 4745-2055 ou pessoalmente no Centro Unificado de Serviços, o Centrus (avenida Paulo Portela, 210 – centro) ou pelo telefone. O contato também é válido para os residentes de baixa renda e para o acionamento do resgate de emergência da prefeitura.

Rede do Bem-Estar Animal          

A administração municipal, também por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, formou no ano passado a primeira Rede do Bem-Estar Animal (Rebea), criada por 30 estudantes e professores formados pelo curso ‘Educadores Ambientais do Bem-Estar Animal’, oferecido gratuitamente pela municipalidade. De acordo com a diretora da pasta e idealizadora do projeto, Solange Wuo, para 2020 novos temas deverão ser abordados com o grupo, entre eles a guarda responsável e a conscientização sobre crime ambiental.

Crédito das fotos: Wanderley Costa/Secop Suzano

Deixar uma resposta