MUNICÍPIO DA ILHA COMPRIDA ANUNCIA MEDIDAS PREVENTIVAS AO CORONAVÍRUS -COVID 19

Ilha Comprida- O prefeito Geraldino Júnior assinou na segunda 16/03 Decreto 982, que estabelece uma série de medidas preventivas ao Coronavírus (Covid-19) .As ações seguem recomendações do Ministério da Saúde, Secretaria de Estado da Saúde e Organização Mundial de Saúde (OMS). Também acompanham as medidas de prevenção adotadas pelos onze municípios da Baixada Santista, preocupados com o fluxo de turistas nas cidades litorâneas.

O Decreto abrange todas as áreas da administração. Na terça 17/03, dos 400 alunos matriculados em creches municipais, apenas 100 foram às aulas. Os pais estão sendo orientados a deixar seus filhos em casa nesse período de pandemia. As escolas municipais terão suas atividades suspensas a partir de quinta 19/03. As creches a partir de sexta 20/03.

As atividades esportivas, culturais e de lazer serão suspensas também a partir de quinta 19/03, por tempo indeterminado, com exceção dos serviços de saúde e segurança. Os eventos privados terão suspensas as autorizações, por prazo indeterminado, incluindo os já autorizados, assim como fica recomendada a restrição de circulação de público e atividades em locais como igrejas, clubes, centros comerciais e similares. Os eventos públicos estão cancelados.

No turismo, está suspensa a expedição de autorização para vans e ônibus de excursão por tempo indeterminado. Fica permitido o home office, de acordo com a deliberação das chefias imediatas, avaliando a idade, doenças pré-existentes e de acordo com a natureza do serviço. Também ficam suspensas as visitas hospitalares, por tempo indeterminado, sendo permitida apenas para acompanhantes que não tenham comorbidade.

ATENDIMENTO AO PÚBLICO

Suspenso o atendimento presencial ao público no Balcão de Atendimento do prédio da Prefeitura. O atendimento será realizado por telefone (13) 38427000 ou pelos canais digitais: Portal www.ilhacomprida.sp.gov.br, em principais serviços e e-mail: tributação@ilhacomprida.sp.gov.br .

Deixe uma resposta