PL de Poá oficializa candidatura de Gian Lopes à reeleição

1
128

Chapa terá como candidato a vice Marquinhos Indaiá; grupo suprapartidário é composto até o momento por cinco partidos e deve crescer até a próxima quarta-feira (16), data limite para as convenções partidárias

O Partido Liberal (PL) oficializou na tarde deste domingo (13) a candidatura do atual prefeito de Poá, Gian Lopes, à reeleição. Também foi confirmado o atual vice-prefeito da cidade, Marcos Ribeiro da Costa, o Marquinhos Indaiá (Republicanos). A convenção liberal foi realizada no Clube XI Paulista, na área central de Poá.
Para que o evento ocorresse com segurança, uma série de medidas sanitárias foi adotada pela direção do PL. A primeira dela foi a limitação de público para que o distanciamento social necessário fosse respeitado. Além disso, o uso de máscara foi obrigatório e os responsáveis também distribuíram álcool em gel. Com todo o controle necessário, a convenção reuniu convidados e candidatos a vereador.
Muito emocionado e ovacionado a cada instante, o prefeito fez um balanço dos quase quatro anos de gestão, relatou as principais dificuldades da administração, como o corte no orçamento causado pela crise do ISS, que diminuiu os cofres municipais em 40%, e dívidas herdadas pelas antigas gestões.
“Nós encontramos a Prefeitura de Poá com mais de R$ 100 milhões de restos a pagar empenhados e fizemos os ajustes necessários. Com muita humildade, comprovamos que o nosso time é o mais preparado. Já temos um planejamento para os próximos dez anos da cidade, sabemos o que tem que ser feito”, discursou.
Gian Lopes demonstrou confiança e fé em Deus na reeleição, uma vez que detecta que outros grupos políticos estão muito mais envolvidos com a velha política de agressões, intimidações e oposições oportunistas e finalizou com um recado:
“O mal nunca vai vencer o bem e aqui é o time do bem. Fico muito orgulhoso do nosso time de pré-candidatos a vereador e vereadora.”
Lideranças
Para referendar o nome de Gian Lopes, as principais lideranças regionais do PL, como o deputado estadual, André do Prado, e o deputado federal, Márcio Alvino, além do prefeito de Suzano, Rodrigo Ashiuchi, prestigiaram a convenção. Em seus discursos, eles destacaram a capacidade administrativa do atual prefeito e sua forte articulação política; dois itens decisivos para o futuro de Poá.
Até o momento, o grupo suprapartidário do prefeito é composto, além do próprio PL, pelo Pros, PRTB, PDT e Republicanos. Todavia, até a próxima quarta-feira (16), a expectativa é que esse número suba com a adesão de novos partidos.

1 COMENTÁRIO

Deixar uma resposta