A Polícia Civil está investigando conversas via WhatsApp entre os jovens Bruno Vieira, de 23 anos, Luiz Felipe Galdino, de 25, e uma mulher, de 20, que formavam um ‘trisal’ em Santos, no litoral de São Paulo. Por conta de uma crise de ciúmes, Galdino matou Bruno a facadas na frente da mulher. Em conversas obtidas pela mãe da vítima, Creusa Botelho, a jovem diz que, caso eles se encontrassem novamente, o encontro poderia ser o pior dia da vida de ambos. O homicídio aconteceu na madrugada de quarta-feira (3), no bairro Castelo, na casa onde os três moravam.

Segundo a Polícia Civil, Luiz Felipe assassinou Bruno após a mulher terminar a relação para ficar apenas com Bruno. Ouvida pela delegada, a jovem confirmou que se relacionava com os dois rapazes ao mesmo tempo, inclusive, no mesmo apartamento. Luiz Felipe confessou ter cometido o crime foi preso por homicídio.

Tatuador é preso depois de ameaçar companheira de morte em Mogi

Deixe uma resposta