Sabesp apresenta revisão do contrato de metas e investimentos em Suzano

Com o objetivo de universalizar o fornecimento de água e o tratamento de esgoto em Suzano, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) se reuniram com o prefeito Rodrigo Ashiuchi para apresentar uma prévia da revisão do Contrato de Programa, Plano de Metas, Plano de Investimentos e demais anexos.

 

A revisão foi consolidada a partir do Plano Municipal de Saneamento elaborado pela prefeitura, já apresentado em audiência pública e que está em tramitação na Câmara. Os investimentos previstos da Sabesp no município serão superiores a R$ 600 milhões, distribuídos nos próximos 22 anos.

 

Na oportunidade, a equipe da Sabesp apresentou informações sobre os trabalhos para ampliação do sistema de esgotamento sanitário concluídas nos bairros Vila Fátima, Parque Buenos Aires, Jardim do Lago e Recanto Ouro Fino. Detalhou também as obras que estão em andamento no Jardim Dora, Jardim Alto da Boa Vista, Vila Voegels, Vila Ipelândia, Recreio das Palmas, Jardim Ikeda, Jardim Silvestre e Jardim Ana Rosa, e os futuros serviços em diversos locais de Suzano, com destaque para o Jardim Brasil, com previsão de início em novembro deste ano. Todas as intervenções no distrito de Palmeiras irão beneficiar mais de 5 mil famílias.

 

A Sabesp prevê o aumento da capacidade de reservação, para garantir o abastecimento de água e atender ao crescimento do município, com a implantação futura de dois reservatórios, ampliação de redes de distribuição e adequação de boosters.

 

Ainda na região sul, a companhia deverá iniciar obras no bairro Rincão das Lendas. Já na região norte, a Sabesp anunciou a implantação de sistema de saneamento na estrada Portão do Honda, após regularização de uma área na região do Jardim Gardênia Azul pela Prefeitura de Suzano. Esse trabalho irá beneficiar mais de 2 mil moradias.

 

O prefeito reiterou que sua intenção é que, após essa etapa, a empresa possa agilizar o processo de ampliar o fornecimento de água e a coleta e o tratamento de esgoto, principalmente em bairros que são regidos por leis ambientais. “Pedi prioridade também para que façam ligação em bairros onde famílias abastecem suas casas por meio de caixas d’água comunitárias. Quero oferecer mais qualidade de vida aos cidadãos e acabar com essa triste realidade”, disse Ashiuchi.

 

Segundo o superintendente da Unidade de Negócio Leste da Sabesp, Maycon Rogério de Abreu, a revisão do Contrato de Programa, assim como do Plano de Metas e Investimentos, está norteada pelas diretrizes do Plano Municipal de Saneamento, que foi encaminhado à Câmara de Suzano para ser analisado e votado.

 

“Sabemos que a prefeitura está avançando e que o plano está prestes a ser oficialmente lançado na cidade. Por isso, já trouxemos a nossa a revisão do contrato e a equipe técnica, para que tenhamos um alinhamento, inclusive das demandas, junto ao Meio Ambiente a ao prefeito, que conhecem a realidade do município e as prioridades das famílias”, explicou Abreu. 

 

Também estiveram na reunião o secretário municipal de Meio Ambiente, Edson Gianuzzi, a diretora da pasta, Solange Wuo, a representante da Unidade de Planejamento e Assuntos Estratégicos da Prefeitura de Suzano, Bruna Beatriz Godinho Correia, e integrantes da Unidade de Negócio Leste da Sabesp: a gestora de Planejamento Técnico, Michele Oliveira; a gerente de Departamento de Planejamento, Ana Lucia Scavassini; o gerente do Polo de Manutenção de Esgoto, Wilian Ferreira dos Reis, o gerente da Comercial, Zemicindo Miguel Mendes; a encarregada da Comercial, Carolina Queiroz; e o gerente de Departamento da UGR Alto Tietê, Eduardo Camargo Afonso.

 

 

Crédito das fotos: Irineu Junior/Secop Suzano

 

Deixe uma resposta