São José dos Campos confirma mais três pacientes com sarampo e número de vítimas sobe para oito em 2019

0
84
São José dos Campos confirma mais três pacientes com sarampo e número de vítimas sobe para oito em 2019

A Prefeitura de São José dos Campos informou que subiu para oito o número de pacientes diagnosticados com sarampo em 2019. Foram confirmadas três novas ocorrências nesta terça-feira (20). Todos foram tratados e o quadro clínico evoluiu sem gravidade.

As vítimas são um menino de 5 anos; um homem de 26 anos e uma jovem de 20. Os dois primeiros são moradores do Bosque dos Ypês Conjunto 31 de março, ambos na zona sul; e o último do Jardim Paulista, na rehião leste. Eles começaram a ter os sintomas a partir de 23 de julho.

Além dos oito casos confirmados, a cidade tem 97 casos de pacientes com sintomas semelhantes aos de sarampo, que foram submetidos a exames, e são tratados como suspeito em investigação.

A Secretaria da Saúde informou que fez bloqueio vacinal em parentes e pessoas que tenham tido contato com as vítimas confirmadas e as com sintomas suspeitos. Os locais onde houve confirmações, a prefeitura adota um procedimento mais ostensivo, chamado varredura, que inclui a vizinhança.

Os casos cinco casos anteriores são de um menino de 11 meses do Jardim Santa Inês II; um menino de 1 ano e 11 meses do bairro Palmeiras de São José; uma menina de 4 anos do Jardim Vale do Sol; 1 menino de 8 anos de Eugênio de Melo e 1 menina de 8 meses do Galo Branco.

Vacinação

A vacina contra a doença pode ser encontrada nas 40 unidades básicas de saúde do município, das 7h às 17h.

No momento, ocorre uma campanha de imunização que tem como público-alvo as crianças de seis meses a menores de 12 meses.

Quem mais deve se vacinar?

• Bebês de 6 até 12 meses (Dose D)

• Crianças de 12 meses (primeira dose tríplice viral) 15 meses (segunda dose tetraviral)

• Crianças de 15 meses a adultos de até 29 anos sem o registro de duas doses (se tiver tomado uma dose, terá que tomar a segunda. Se não tomou nenhuma, deve receber duas no intervalo de 30 dias)

• Adultos de 29 a 59 anos, sem registro na carteira (tomar uma dose)

• Profissionais de saúde

Quem não deve se vacinar

• Gestantes

Importante

• Quem tem registro de duas doses na carteira, sem contato com casos suspeitos ou confirmados, não precisa tomar a vacina.

• Os idosos (acima de 60 anos) também não precisam ser imunizados, pois entende-se que elas já tiveram contato com o vírus em algum momento da vida.

Deixe uma resposta