“Tenho medo de ir à escola”. Mãe devastada com mensagem de filho autista

0
102
© Noticias ao minuto

Família da Irlanda do Norte revela drama pessoal

Deirdre Holmes ficou devastada ao descobrir uma carta do filho autista, onde a criança revela receios em relação à Covid-19.

 

A mulher, de 51, descobriu a mensagem escrita pelo filho um dia de manhã, enquanto fazia o seu café da manhã. O jovem, de 13 anos, desabafou em carta o medo que tem em ir para a escola, devido à pandemia.

“Não quero ir à escola. Não me sinto seguro lá. Por favor mãe, não me sinto seguro”, escreveu Nicholas num guardanapo de papel.

Para a mãe, esta atitude mostra uma mudança na vida do filho, que sempre adorou ir à escola.

A mãe conta que a família tem conseguido lidar bem com a situação, evitando ouvir muitas notícias para não deixar o filho ansioso. Tudo corria bem, até que esta semana a situação pandêmica começou a piorar em todo o mundo.

“Ele me diz e que não quer ficar doente, que não quer morrer. E diz que o virus é invisivel o que torna dificil saber como evitá-lo”, conta Deirdre , citada pelo Mirror.

Notícias ao MinutoO bilhete escrito por Nicholas© The Mirror

Deirdre conta que o bilhete surgiu na mesa do café da manhã da última terça-feira, num local onde o jovem sabia que a mãe iria ver. O bilhete foi escrito momentos depois da família ter assistido ao discurso de Boris Johnson, dando conta da situação que se vive no país.

A mãe congratula-se por poder ficar em casa com o filho, mas recorda que esse não é o caso da maioria dos pais e apela para que se tenha em conta a situação das muitas crianças que continuam a ser obrigadas a ir à escola neste momento.

Deixar uma resposta