Tinder rejeita compartilhar dados privados com autoridades russas

0
137
© DR

Recentemente entrou em vigor na Rússia uma lei que obriga empresas a manterem os seus dados armazenados em servidores no país, obrigando-as também a compartilharem dados privados de cidadãos caso tal seja exigido pelas autoridades. O Tinder está entre essas empresas e já sinalizou que não concorda com a regra do país.

Segundo a BBC, o Tinder fez um comunicado onde garante que cumprirá o pedido da Rússia de armazenar dados privados sobre utilizadores locais em servidores no território. Porém, o app de encontros se recusa a compartilhar dados.

“Este registro não compartilha quaisquer dados pessoais ou de utilizadores com qualquer corpo regulador russo e não compartilhamos quaisquer dados com o seu governo”, diz o comunicado.

O Tinder corre portanto o risco de ser bloqueado em território russo, num processo muito semelhante ao do app de mensagens privadas Telegram que, depois de recusar compartilhar dados, foi bloqueada na Rússia.

Deixe uma resposta