Ação integrada embarga construções irregulares em Palmeiras

0

05/10/2023

Ação integrada embarga construções irregulares em Palmeiras

Meio Ambiente, GCM, Fiscalização de Posturas e órgãos estaduais se juntaram para notificar moradores que construíram em área de proteção de mananciais

A Secretaria de Meio Ambiente de Suzano promoveu nesta quinta-feira (05/10) mais uma ação de preservação das áreas de mananciais do município, no distrito de Palmeiras, ao efetuar o embargo de 18 residências e construções irregulares na estrada da Quinta Divisão. A ação contou com o apoio do Grupamento de Proteção Ambiental (GPA) da Guarda Civil Municipal (GCM), do Departamento de Fiscalização de Posturas e de órgãos ambientais do Estado de São Paulo, como a Polícia Militar Ambiental, a Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) e a Coordenadoria de Fiscalização e Biodiversidade.

Os integrantes de todas essas representações compõem o Grupo de Fiscalização Integrada do Alto Tietê Cabeceiras (GFI-ATC) que contribui com o município nas ocorrências relacionadas aos crimes ambientais. Também fazem parte das ações ligadas ao trabalho entidades de classe como o Conselho Regional dos Corretores de Imóveis (Creci) e o Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura (Crea-SP), além da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp).

Os moradores encontrados nas residências foram notificados pela prefeitura e pelos órgãos estaduais e todos vão prestar os esclarecimentos necessários às autoridades policiais. Por parte do Poder Executivo municipal, o processo segue agora de forma administrativa para que possam ser investigados, de forma técnica e ambiental, os aspectos ligados ao uso e ocupação do solo. Não houve condução de nenhuma pessoa até a delegacia de polícia.

Essa investigação se junta a outras que foram desencadeadas a partir de denúncias de munícipes e monitoramento da Secretaria Municipal de Meio Ambiente em áreas de preservação. Em agosto deste ano, a prefeitura já havia interrompido a construção irregular de um muro que estava sendo erguido em uma área pública na rua Rosa Umehara Manabe, na Chácara Mea, bairro da região norte. No início do ano, o GFI-ATC deu suporte para o desfazimento de construções irregulares no Jardim dos Eucaliptos, em Palmeiras.

O secretário André Chiang destacou que a ação precisa ser um exemplo contra outras tentativas de crimes ambientais nas áreas rurais. “Nosso trabalho é atuante e vigilante. Estamos atentos às diversas situações que põem em risco a integridade do nosso ecossistema. Vamos trabalhar para interromper práticas criminosas em áreas de preservação e prevenir outras iniciativas que possam causar danos ambientais. Quando preservamos a qualidade da água que vem dos nossos mananciais, estamos preservando a vida das pessoas”, reforçou o chefe da pasta.

A população pode colaborar para evitar as ações de ocupação irregular e degradação ambiental em Suzano fazendo denúncias de construções ilegais pelo telefone da Ouvidoria Municipal, 0800-774-2007, ou pelo e-mail [email protected].

source
Com informações da Prefeitura de Suzano


source

Anúncios

Deixe uma resposta