Saúde reforça importância da vacinação contra a nova variante da Covid-19

0

Imunizantes disponíveis nos 24 postos da cidade, de segunda a sexta-feira, entre 8 e 16 horas, protegem contra os vírus que deram origem a essa mutação

A Secretaria Municipal de Saúde, por meio do setor de Vigilância Epidemiológica, reforça a importância da imunização contra mais uma variante do novo coronavírus (Covid-19),  por ser altamente contagiosa. Para se proteger contra a  “EG5.1”, chamada de “Eris”, que chegou neste segundo semestre, os munícipes podem completar a imunização com a vacina bivalente em um dos 24 postos de saúde da rede municipal, de segunda a sexta-feira, entre 8 e 16 horas.

Desde que o imunizante bivalente passou a ser disponibilizado em Suzano, 62.379 doses foram aplicadas, mas o percentual da população protegida com ele é inferior a 30%. Por isso, é importante a adesão a essa nova chamada, já que tem sido registrado um aumento no número de internações entre idosos e pessoas imunocomprometidas. Nos munícipes com sistema imunológico comprometido, poderão ocorrer complicações em virtude desta variante.

Os moradores têm a opção de se vacinar em uma das 12 Unidades Básicas de Saúde (UBSs) ou numa das 12 Unidades de Saúde da Família (USFs), cujos endereços podem ser consultados no link bit.ly/EnderecosUBS. Para receber a dose, é preciso estar com o esquema vacinal completo, sendo que a última aplicação da monovalente contra a Covid-19 deve ter sido administrada há, no mínimo, quatro meses. É necessário apresentar, no momento da vacinação, documento original com foto, CPF, cartão SUS e comprovante de endereço. Não há agendamento prévio.

A aplicação da vacina bivalente começou no final de fevereiro, atendendo moradores acima dos 70 anos; pessoas que vivem e trabalham em instituições de longa permanência com 12 anos ou mais; imunocomprometidos com 12 anos ou mais; e integrantes de comunidades indígenas, ribeirinhas e quilombolas, também acima dos 12 anos. No início de março, os residentes de 60 anos ou mais também começaram a receber. A partir do dia 20 do mesmo mês, o imunizante passou a ser disponibilizado para grávidas e puérperas; em abril para profissionais da Saúde; e no começo de maio para pessoas com mais de 40 anos. No fim de maio, a bivalente passou a ser disponibilizada para o público de 18 anos ou mais.

O coordenador de Vigilância Epidemiológica, José Landim, afirmou que os munícipes devem manter sua imunização em dia para evitar problemas com as novas variantes que têm sido registradas. “Devido a sua característica de possuir uma significativa transmissibilidade, a ‘Eris’ exige os cuidados devidos, de forma que essa nova variante não provoque danos nas pessoas, especialmente aos públicos mais vulneráveis. Os imunizantes associados à Covid-19 que estão disponíveis nos postos de saúde protegem contra os vírus que deram origem a essa mutação”, disse Landim.

O secretário municipal de Saúde, Pedro Ishi, ressaltou que a pasta tem promovido diversas iniciativas para garantir a atualização da carteira vacinal dos munícipes. “Além da oferta permanente de imunizantes nos postos de saúde, de segunda a sexta-feira, promovemos atividades nos finais de semana, como as duas datas em que realizamos o Dia D de vacinação, em abril e em junho, e também com as ações referentes à imunização casa a casa, aos sábados. Reforçamos a importância de todos se protegerem com a vacina bivalente, para que possamos manter nossa cidade protegida contra as variantes do novo coronavírus”, destacou Ishi.

Crédito das fotos: Glaucia Paulino/Cultura Suzano

source

Anúncios

Deixe uma resposta