Suzano participa do Fórum Internacional de Educação do Alto Tietê a partir desta terça

0

Evento será realizado virtualmente nos dias 5, 12, 19 e 26 de setembro e 3 de outubro, entre 19 e 21 horas; a programação pode ser conferida no site

Com participação de especialistas estrangeiros, do secretário municipal de Educação, Leandro Bassini, e de 1,2 mil professores da cidade de Suzano, começam nesta terça-feira (05/09), às 19 horas, as atividades do 4º Fórum Internacional de Educação Municípios do Alto Tietê. O evento virtual será realizado nas quatro terças-feiras de setembro (5, 12, 19 e 26/09) e na primeira terça-feira do mês de outubro (03/10), por meio do link  youtube.com/c/FórumEducaçãoAltoTietê. A programação completa está disponível no site forumeducacaoaltotiete.com.br.

O evento é organizado pelas secretarias de Educação de Suzano, Arujá, Ferraz de Vasconcelos, Guararema, Guarulhos, Igaratá, Itaquaquecetuba,  Mairiporã, Mogi das Cruzes, Poá, Salesópolis, Santa Branca e Santa Isabel, sendo voltado especialmente para o público que trabalha no segmento com o objetivo de promover um espaço de formação, reflexão, colaboração e troca de experiências. A abertura da programação conta com uma palestra internacional da professora argentina Alejandra Dubovik, especialista em trabalho com crianças em múltiplas linguagens. Essa atividade terá como coordenador da mesa o sociólogo e consultor educacional Cesar Callegari.

Bassini será o mediador da atividade que ocorrerá no dia 12, às 19 horas. Na oportunidade, será discutido o tema “Imaginação, sensibilidade e representação: contribuições das artes para uma educação integral”, que contará com palestra da professora emérita da Universidade de São Paulo (USP) e da Universidade Anhembi Morumbi, Ana Mae Tavares Bastos Barbosa. A apresentação versará sobre a criatividade individual trabalhada pela Arte/Educação Modernista e pela criatividade coletiva presente nas experiências pós-modernas e culturalistas do ensino das Artes. Também participará da atividade a professora da Escola Municipal Professor José Cardoso dos Santos, localizada no bairro Jardim São Bernardino, Amanda Esteves Rodrigues.

Em 19 de setembro o debate abrirá espaço para o tema “Brincar é uma importante forma de aprender: ludicidade, interações e experiência”, com a palestrante, ativista, pesquisadora e formadora Adriana Friedmann, que é criadora e coordenadora do Núcleo de Estudos e Pesquisas em Simbolismo, Infância e Desenvolvimento e do Mapa da Infância Brasileira (Nepsid). No dia 26 será a vez de abordar as “Histórias e Culturas Indígenas e Afro-Brasileiras na escola: políticas afirmativas em ação” com as especialistas Nilma Lino Gomes, que foi reitora da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab); e Cristine Takuá, membro fundadora do Fórum de Articulação dos Professores Indígenas do Estado de São Paulo (Fapisp).

Para encerrar a programação, em 3 de outubro, a atividade final contemplará as “Memórias, paisagens, comunidades e patrimônios: a construção de currículos e projetos pedagógicos multiculturais”, com palestra do pró-reitor adjunto de Graduação da USP, Marcos Garcia Neira. No âmbito do Grupo de Pesquisas em Educação Física escolar (www.gpef.fe.usp.br ), em que é bolsista de Produtividade em Pesquisa, ele investiga questões curriculares.

De acordo com o secretário Bassini, o fórum representa uma grande oportunidade para a discussão de temas relevantes entre os profissionais da área. “Serão reunidos especialistas de várias unidades de referência que poderão compartilhar seu conhecimento e suas experiências com os participantes. Nossos professores poderão ter acesso a uma gama de informações extremamente relevantes sobre os assuntos que permeiam a educação neste momento e que serão pilares do setor nas próximas décadas”, destacou o chefe da pasta.

Crédito das fotos: Divulgação/Secop Suzano

source

Anúncios

Deixe uma resposta