Em um das ocorrências, mãe e filho foram conduzidos ao Pronto-Socorro Municipal para receber atendimento médico em razão das agressões

A Guarda Civil Municipal (GCM) de Suzano, por meio da Patrulha Maria da Penha, da Força Patrulha e da Ronda Ostensiva Municipal (Romu), efetuou a prisão de dois indivíduos na terça e quinta-feira da última semana (16 e 18/01) nos bairros Jardim Casa Branca e Jardim do Lago em razão de agressão e tentativa de agressão a familiares.

O primeiro atendimento teve início por volta das 21h45, quando a Base Operacional da GCM, localizada na Casa Branca, solicitou apoio para uma mulher que relatou agressões por parte do esposo a ela e ao filho menor. Viaturas da Força Patrulha e da Romu se deslocaram e encontraram o agressor em frente à base. Ele precisou ser contido por resistir à abordagem e foi encaminhado à Delegacia de Polícia Central, enquanto a mulher e o filho foram conduzidos ao Pronto-Socorro Municipal para atendimento médico.

Dois dias depois, por volta das 11 horas, a Patrulha Maria da Penha foi acionada por uma moradora do Jardim do Lago informando que seu ex-companheiro havia invadido sua residência e se recusava a sair da propriedade. O homem, que ainda proferia ameaças à mulher, tinha contra ele uma medida protetiva em favor da ex-companheira.

Os agentes foram ao local e encontraram o suspeito que, ao ser questionado, admitiu ter conhecimento da medida, mas não queria deixar a residência. Ele foi conduzido ao DP Central.

O secretário municipal de Segurança Cidadã, Afrânio Evaristo da Silva, ressaltou o preparo dos agentes em lidar com situações de violência doméstica. “É muito importante manter total controle diante das diversas circunstâncias, mesmo quando o agressor apresenta resistência para equipe. A atuação conjunta da GCM refletiu esse controle, culminando na prisão dos agressores e na garantia da segurança das famílias”, concluiu o chefe da pasta.

Créditos das fotos: Wanderley Costa/Secop Suzano e Mauricio Sordilli/Secop Suzano

Anúncios

Deixe uma resposta