Além destas ocorrências, a Guarda Civil Municipal ainda fechou uma casa clandestina de jogos de azar; casos foram atendidos pela Força Patrulha e pela Romu

Equipes da Guarda Civil Municipal (GCM) atenderam a quatro ocorrências nos últimos dias que resultaram na detenção de suspeitos por tráfico de entorpecentes e um motorista que foi preso por estar dirigindo sob o efeito de álcool. Os casos foram atendidos pela Ronda Ostensiva Municipal (Romu) e pela Força Patrulha e encaminhados à Delegacia Central de Polícia.

No caso mais recente, no último sábado (06/04), agentes da Romu promoviam o patrulhamento na rua Claudemar Otávio de Oliveira, no Jardim Luela, quando avistaram dois indivíduos. Um deles estava carregando uma bolsa preta e, ao perceberem a presença da viatura, tentaram fugir a pé, mas foram rapidamente alcançados. Com um dos suspeitos, que é menor de idade, foi encontrada a bolsa contendo 43 unidades de cocaína, 19 maconha, 19 unidades de dry, dez de skank e 34 de k9, que são substância derivadas da maconha, totalizando 106 unidades de entorpecentes, além de R$ 560. O segundo detido, maior de idade, confessou também estar envolvido na venda de drogas

Quatro dias antes (02/04), a Força Patrulha circulava pela rua Iraci Umbelina de Jesus, no Caxangá, às 3h25, quando avistou três indivíduos em atitude suspeita. Os agentes conseguiram abordar um deles, mas nada de ilegal foi localizado. Em uma varredura na área que estavam os indivíduos, foi encontrado 54 porções de maconha, 15 de haxixe, que é similar à maconha, 67 de cocaína, 18 de crack e dois frascos de lança-perfumes. Ao total foram localizadas 156 porções e R$ 732,10. 

Em outra ocorrência, na mesma rua, a Romu fechou uma casa de jogos clandestina em 20 de março (quarta-feira), às 19h30. Os agentes foram inicialmente acionados para um caso de perturbação de sossego, mas ao chegarem ao estabelecimento, na presença da proprietária do local, encontraram seis máquinas de caça-níqueis em uma sala separada. Dentro de uma das máquinas foi encontrado R$ 356. 

Já em 23 de março (sábado), a Romu prendeu um motorista por dirigir sob influência de álcool na rua Waldomiro Siqueira, no Jardim Casa Branca, pouco depois das 22h30. Os agentes foram acionados para verificar um acidente de trânsito e, ao chegarem ao local, constataram que se tratava de uma colisão sem vítimas. Em seguida, foi necessário realizar o teste do etilômetro no motorista, o qual indicou uma taxa de álcool de 0,67 miligramas por litro, o que configura crime de trânsito. Ele foi preso.

O secretário municipal de Segurança Cidadã, Afrânio Evaristo da Silva, destacou que as ações promovidas pela GCM contribuem para transformar Suzano em uma cidade cada vez mais segura. “O sucesso destes atendimentos, que incluem a prisão de suspeitos por tráfico e por embriaguez no volante, destaca o compromisso em garantir a segurança da população e daqueles que trabalham e visitam nossa cidade, buscamos cada vez mais sucesso em nossas ações”, ressaltou.

Créditos das fotos: Divulgação/Secop Suzano e Glaucia Paulino/Secop Suzano

Anúncios

Deixe uma resposta