Autistas ganham certificados por participar de sessao simuladaCom a participação de 15 pessoas portadoras do Transtorno de Espectro Autista (TEA), de um total de 21 inscritos, a Câmara Municipal de Ferraz de Vasconcelos realizou a primeira sessão simulada do Parlamento Autista nesta sexta-feira, dia 6. Os participantes (foto) receberam certificados. Além da presença de familiares, o evento inclusivo pioneiro no país reuniu ainda a prefeita da cidade, Priscila Gambale (Podemos), o presidente da Casa, Hodirlei Martins Pereira (PSD), o Mineiro, demais vereadores, secretários municipais e convidados.

Em geral, os “vereadores autistas” cobraram a adoção de políticas públicas, de fato, voltadas para o segmento e, ao mesmo tempo, criticaram o preconceito infelizmente reinante no ambiente social e escolar. Na realidade, eles pediram mais atenção à sua causa e, acima de tudo, respeito por serem apenas pessoas diferentes e não incapazes. Na prática, a lição que fica é: a sociedade e, sobretudo, os governantes de todas as esferas de poder precisam implantar ações como, por exemplo, a instalação de casas assistidas.

Dona Jo agradece pelo Parlamento AutistaA falta desta política pública está afetando, principalmente, as famílias que possuem entes autistas adultos e, portanto, requerem um olhar redobrado, já que não conseguem mais cuidar dos próprios portadores da síndrome. Uma das fundadoras da Associação das Mães dos Autistas de Ferraz de Vasconcelos (Amafv), Josefa Xavier Matos, a dona Jô (foto), é um exemplo desta carência. Ela contou que o seu filho adulto com grau severo enfrenta sérios problemas de saúde, assim como a própria e o marido.

Vereador Kaka Podemos no Parlamento AutistaPor isso, a munícipe ferrazense implorou pelo direito à moradia assistida, ou seja, dotada de infraestrutura adequada para proporcionar o acolhimento  de famílias inteiras. “Em caso de falecimento, quem vai cuidar do parente autista? Indagou. A residência coletiva dispõe de equipes multiprofissionais 24h. Ela elogiou a Câmara Municipal, na pessoa do vereador Álvaro Costa Vieira (Podemos), o Kaká, o idealizador do Parlamento Autista. “Obrigado Kaká (foto) por sair em nosso socorro. Tudo que queremos é ser ouvidos e assistidos”, agradeceu a dona Jô.

Kaká, por sua vez, acrescentou que a sua ideia deverá ser copiada no Brasil e citou que as cidades de São Paulo, Mogi das Cruzes e Santa Bárbara d’Oeste (SP) devem criar a sua versão do Parlamento Autista em breve. Além disso, o ativista também promete continuar trabalhando pela adoção de políticas públicas. Ele, por exemplo, é o autor da lei que instituiu a carteirinha alusiva à síndrome na cidade. O documento facilita o cotidiano da pessoa autista no acesso ao transporte e no atendimento em locais públicos e privados.

Prefeita Priscila Gambale Podemos promete incluir autistasA gestora Priscila Gambale (foto) também parabenizou Kaká e garantiu que a sua administração adotou ações na saúde para beneficiar pessoas autistas, assim como contratou acompanhantes para auxiliar no ambiente escolar. “No fundo, estamos aprendendo com essas famílias guerreiras e aos poucos vamos melhorando a cada dia incluindo o segmento”, comentou a prefeita. Por outro lado, Mineiro detalhou o papel do Legislativo e agradeceu a presença de todos no evento inédito na cidade.

Por Pedro Ferreira, em 06/10/2023.

source
Com informações da Suzano TV

Anúncios

Deixe uma resposta